Infelizmente a violência crescente no Brasil vem dizimando famílias, e aniquilando com os sonhos de milhares e milhares de pessoas que de um momento para outro se vêm sem seus filhos, esposas, maridos e amigos. As leis caducas de nosso país, o sistema penitenciário precário e a falta de investimento na segurança tornam a população brasileira refém do crime organizado.

Mais um policial foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (7), durante uma tentativa de assalto na cidade de Duque de Caxias, que fica localizada na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

O sargento Douglas Fontes Caluête, que era lotado no 15º BPM, foi 54º policial assassinado no estado, o que escancara a falência do estado em relação à segurança pública.

De acordo com o portal de notícias online do jornal 'Extra', a assessoria da PMRJ confirmou que mãe do policial entrou em estado de choque, Maria Fontes começou a passar mal, foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que fica mais próxima do local, contudo ela não resistiu e foi a óbito.

O assassinato aconteceu a aproximadamente 2 km da casa da mãe do policial.

Logo ela ficou sabendo do ocorrido e foi Maria Fontes que fez o reconhecimento do corpo do filho, uma missão pesada demais para qualquer mãe.

Dinâmica do crime

Ainda segundo a polícia, a tentativa de assalto aconteceu na Avenida Rio Branco. Dois dos bandidos estavam armados com fuzis, ele foi rendido, obrigado a sair do carro e a se deitar no chão, segundo testemunhas ele não reagiu, mas quando encontraram a arma do agente, o executaram a sangue frio, ele foi atingido com dois disparos e morreu no local.

Douglas estava acompanhado da namorada no momento da execução.

Mãe e filho serão enterrados juntos

Maria exaltava os filhos e vivia para eles. Descrita como uma mãe amorosa, ela sempre postava mensagens de carinho e afeto nas redes sociais sobre os filhos. Muito amorosa e cuidadosa, ela fazia questão de afirmar que os filhos eram seu maior tesouro.

Os corpos do sargento e da mãe serão enterrados no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste carioca.

PM assassinado em Nova Iguaçu RJ

Na terça-feira (5), outro policial também foi assassinado em uma tentativa de assalto. O subtenente da PM Edemilson de Oliveira, de 60 anos, trafegava pela avenida Júlio de Amorim Pereira, em Higienópolis, Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, quando foi cercado por criminosos. Ele reagiu à tentativa de assalto e foi baleado. Edemilson chegou a ser socorrido e encaminhado para para o Hospital Geral de Nova Iguaçu por policiais do 20ºBPM de Mesquita.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Ele chegou com vida à emergência do HG, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Não perca a nossa página no Facebook!