A cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, registrou dois casos de feminicidio neste final de semana. O primeiro ocorreu na madrugada de sábado (27), quando um homem assassinou a esposa a facadas, no quintal da casa onde viviam e o crime foi cometido na frente da filha de nove anos.

Já neste domingo (28), o corpo de uma jovem de 17 anos foi encontrado em uma estrada de terra no bairro Caputera, próximo a um carro que estava com as portas abertas. Um homem que trabalha como segurança em uma chácara nas localidades viu a adolescente, identificada como Geovanna Crislaine Soares da Silva e chamou a Polícia e também o serviço de resgate.

Ela estava deitada com a barriga para cima e tinha ferimentos no tórax, pescoço e barriga.

No veículo foram encontrados os documentos dela e de um homem, que havia se evadido do local, no entanto os policiais descobriram seu endereço e foram até sua casa, na cidade vizinha de Votorantim. O homem já não estava mais lá, porém um parente informou que ele havia saído, dizendo que precisava fugir por algum tempo, mas sem dar explicações para o motivo da fuga.

O caso foi registrado no plantão norte e a Polícia Civil cuidará das investigações.

Corpo de jovem que desapareceu em Mogi das Cruzes é encontrado

Outro caso de adolescente desaparecida que chamou a atenção na última semana foi o de Rayane Paulino. A estudante de 16 anos estava desaparecida desde o último dia 21, quando saiu de uma chácara, onde era realizada uma festa, em Mogi das Cruzes. Desde então equipes da policia e voluntários vinham fazendo buscas pela região e seu corpo foi encontrado, já em avançado estado de decomposição, em uma área de mata, em Guararema.

O reconhecimento do corpo foi feito pela mãe, que conseguiu identificá-la por conta do esmalte que ela usava e uma pulseira. De acordo com um laudo inicial, a jovem foi morta por asfixia, porém ainda serão feitos exames para identificar a causa morte, além de outro para saber se a jovem sofreu violência sexual.

De acordo com as amigas que a acompanharam na festa, Rayane havia dito que precisava sair mais cedo, pois seu pai a iria buscar fato que não aconteceu.

Preocupados, os pais da jovem ligaram pela manhã em seu telefone celular, mas as chamadas não foram atendidas e o aparelho foi encontrado dias depois, na cidade de Jacareí, no KM 170 da rodovia Presidente Dutra. Os policiais vasculharam chácaras e mergulhadores chegaram a entrar em um logo, mas nada foi encontrado.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!