Um jovem universitário de 20 anos é suspeito de matar a própria mãe a facadas no último domingo (14), em Itápolis, no interior de São Paulo. Leonardo Oraveis confessou que matou Luzia Oraveis, de 53 anos.

A mulher estava dormindo em sua casa quando um homem encapuzado entrou e se encaminhou para o quarto dela. O homem desferiu uma primeira facada na mulher e ela acordou e tentou ainda lutar contra seu algoz.

Depois de outros 30 golpes, porém, a vítima não teve chances e morreu no local.

Como ela acordou, acabou gritando e pedindo ajuda. Logo os vizinhos mais atentos acionaram a Polícia, que chegou, arrombou a porta e encontrou a senhora desfalecida no chão, coberta de sangue e com marcas por todo o corpo. Luzia ainda chegou a ser atendida em sua casa, mas antes mesmo de chegar ao hospital, não resistiu e morreu.

O relato dos PMs que estiveram no local, segundo o site de notícias G1, é que o suspeito estava escondido no telhado da casa. Em uma vistoria rápida pela casa, a polícia ainda encontrou quase 300 pinos de cocaína sob sua cama. Leonardo foi preso em flagrante, a princípio, por tráfico de drogas. Na delegacia, porém, ele assumiu que matou a mãe.

Filho alega que não queria ver a mãe sofrendo por ele

Já na delegacia, o universitário deu detalhes do crime.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O rapaz disse que matou a mãe pois estava depressivo e também iria tirar a própria vida. Ainda no Boletim de Ocorrência, ele explicou que a mãe não suportaria vê-lo morto e, por isto, abreviou a dor de quem lhe pariu.

Apesar da constatação física das marcas de faca e do depoimento de Leo, que assumiu o crime, o laudo pericial do IML ainda será necessário para comprovar a versão. O corpo seguiu para o Instituto Médico Legal, mas foi liberado nesta segunda (15) e seguiu para o enterro, que aconteceu em Itápolis.

O suspeito foi detido na delegacia de Ibitinga (SP) e passará por audiência de custódia.

Este não é o único caso recente de matricídio. Na última semana, uma jovem de Petrópolis (RJ) teria matado a mãe usando a mesma técnica da personagem Laureta, da novela Segundo Sol, da Globo. A suspeita foi identificada por conta de câmeras de segurança.

Mais notícias de crimes no Brasil

Criança de 11 anos é abusada dentro de presídio no Ceará

Família descobre abuso após criança de apenas oito anos revelar 'bebê na barriga'

Mulher confessa ter matado a própria mãe

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo