Uma fatalidade aconteceu com uma garotinha de apenas 4 anos de idade. Ela acabou falecendo depois de ter sido picada por um escorpião nessa última segunda-feira (22). O fato aconteceu em Ourinhos, em São Paulo.

A vítima de apenas 4 anos se chama Giovana Mendes e estava vestindo a blusa de um moletom para poder ir para escola. Foi justamente nesse momento que ela foi picada pelo escorpião.

Segundo os familiares, a menina havia pedido sua mãe para que colocasse uma blusinha de frio nela para ela poder ir para a escola.

Publicidade
Publicidade

Quando a mãe colocou a blusa, a garotinha começou a gritar de dor desesperadamente. Foi então que ela percebeu que havia um escorpião no moletom.

Foram segundos de horror. Na tentativa de tirar o bicho para salvar a filha, ela também acabou sendo picada. Na sequência, as duas foram encaminhadas para uma unidade de pronto-atendimento.

A mulher foi liberada logo após o atendimento. Porém sua filha, Giovana, foi medicada e encaminhada para a sala de emergência para que pudesse ficar em observação.

Publicidade

Entretanto o estado de saúde da pequenina piorou e ela sofreu duas paradas respiratórias e, infelizmente, não resistiu e veio a óbito. O sepultamento aconteceu no Cemitério da Saudade nesta terça-feira (23).

Outros casos que aconteceram na região

Em abril, Brian Gabriel Alves, que tinha apenas 6 anos, também veio a óbito depois de ter sido vítima de uma picada de escorpião. O pai do garoto também informou que no hospital não havia soro. Ele foi transferido para a Santa Casa de Jaú, que fica em uma cidade vizinha.

Lá ele tomou o soro, mas mesmo assim não resistiu a picada.

Em julho deste mesmo ano, Yasmim Lemos Campos, de 4 anos, faleceu depois de ter sido picada por um escorpião. Ela e sua família moravam em Cabrália Paulista. Na tentativa de socorrer a criança, os pais a levaram para o hospital. A menina passou por três cidades antes de falecer e em nenhuma delas havia hospital com soro antiescorpiônico.

Ação do Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal decidiu agir.

Após todos esses casos eles solicitaram que o Estado de São Paulo e a União forneçam no mínimo 6 doses do soro responsável por agir de forma a tentar neutralizar o efeito do veneno do escorpião. O soro é conhecido como escorpiônico.

A exigência do MPF é que o soro esteja disponível em cada um dos municípios pertencentes a região de Jaú.

A partir desta terça-feira (23), essas doses tem um prazo máximo para serem distribuídas. Como a medida foi acatada, ficou determinado que no máximo em 20 dias essas doses devem ser entregues a esses municípios.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo