Cinco pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas, sendo quatro em estado grave, após o choque de uma carreta carregada de colchões e um ônibus escolar que seguia para um concurso de fanfarra. O acidente aconteceu na manhã deste domingo (25), no km 382 da BR-116, trecho de Santa Bárbara, cidade a cerca de 150 quilômetros de Salvador. A via precisou ser interditada e só foi liberada por volta das 16 horas.

De acordo com informações passadas pela Polícia, o ônibus escolar, levando estudantes com idade entre 14 e 25 anos, havia saído da cidade de Euclides da Cunha e seguia para Antônio Cardoso, cidade vizinha a Feira de Santana, onde iria acontecer o concurso de fanfarra, com a participação de 12 bandas, que em razão do acidente foi adiado e os moradores da cidade fizeram orações e prestaram homenagens.

O prefeito decretou luto oficial na cidade.

Ainda segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o motorista da carreta – uma das vítimas fatais do acidente, e identificado como Eurides Cardoso, de 63 anos -, tentou fazer uma ultrapassagem e bateu no coletivo. A cabine do caminhão ficou completamente destruída.

As outras quatro vítimas fatais estavam no ônibus. Duas morreram ainda na estrada enquanto eram atendidas e outras duas foram encaminhadas ao Hospital de Santa Bárbara, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. As identidades de todas elas não foram reveladas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Política

Feridos estão em dois hospitais

Todos os feridos ainda seguem internados, e além dos quatro que estão em estado grave, não há informações de como estão os outros pacientes. Inicialmente eles haviam sido levados para o Hospital de Santa Bárbara e depois parte deles foram transferidos para Hospital Clériston Andrade, em Feria de Santana. O restante para o Hospital da Criança (HEC), também na mesma cidade.

Os corpos das vítimas fatais foram encaminhados à Coordenação Regional de Polícia Técnica de Feira de Santana

Caminhão prestava serviço para uma empresa de São Paulo

O caminhão envolvido no acidente prestava serviços para uma empresa fazendo entrega de colchões e era da cidade de Conchal, no interior de São Paulo. Em entrevista ao portal G1, Eletícia Cardoso, filha do motorista do caminhão, afirmou que ficou sabendo do acidente através da empresa que seu pai trabalhava e que eles estão prestando todo o apoio.

“Eles foram na minha casa e tive todo o apoio deles”. Ela disse ainda que estava aguardando informações da funerária para saber o que fazer.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo