A edição deste último domingo (11) do programa Fantástico, da Globo, revelou algumas novidades ao público que acompanha o caso do jogador Daniel Corrêa. A primeira delas foi um vídeo revelado em primeira-mão mostrando o encontro da família Brittes com três rapazes na praça de alimentação de um shopping em Curitiba. Também foi ao ar um áudio do jogador, que revela o cenário encontrado por Daniel na casa do suspeito.

Daniel envia áudio a amigo e cita 'coroa dormindo'

Durante a exibição da reportagem sobre a morte do jogador do São Paulo, emprestado ao São José e revelado pelo Cruzeiro, a Globo exibiu um áudio do jogador enviado a um amigo.

Publicidade
Publicidade

Na mensagem ele revela o que está vendo da residência que chegou sem saber como. "Moleque, eu juro para você que eu não tô [sic] muito bêbado. É que a situação é desesperadora. Eu não sei como é a casa que vim parar aqui, mas parece que a casa tem uma coroa dormindo [...] o marido da coroa eu não sei onde está...", disse Daniel Corrêa. Ao final do áudio ele ainda pede ajuda ao amigo que teve a mensagem endereçada, para que ele o instrua sobre o que fazer.

Sabe-se, pelas investigações, que Daniel enviou fotos ao lado de Cristiana para um grupo de WhatsApp, onde os integrantes costumavam compartilhar fotos das conquistas amorosas de cada um deles. O jogador ainda teria dito, conforme o próprio vídeo que pode ser visto abaixo, que teria tido sexo com Cristiana. A situação não foi comprovada.

Assista à reportagem completa sobre o caso que foi ao ar no Fantástico deste domingo (11).

Encontro com suspeitos no shopping seria para combinar versão que seria dita à polícia

Em relação ao encontro no shopping, as imagens mostram que quando um deles chega, é recebido com um beijo no rosto por Juninho Riqueza e o encontro parece acontecer em clima descontraído.

Publicidade

Em determinado momento, ele encara a câmera, mas não demonstra nenhum tipo de reação anormal.

Segundo o delegado do caso, Amadeu Trevisan, o encontro foi feito para combinar uma versão do crime a ser dita caso a Polícia chegasse até a família. O elo então seria fechado e se alguém o quebrasse, seria descoberto pelo suspeito que assumiu o crime.

Veja algumas imagens da família e a encarada de Edison à câmera de segurança.

Novidades sobre o caso Daniel

Caso Daniel: mulher de Juninho Riqueza muda depoimento e afirma que tentou salvar o atleta

Caso Daniel: câmera flagra Cristiana deixando celular em assistência dias depois do crime

Edison usou telefone de outro homem assassinado para ligar e confortar parentes de Daniel

Leia tudo