A edição deste último domingo (11) do programa Fantástico, da Globo, revelou algumas novidades ao público que acompanha o caso do jogador Daniel Corrêa. A primeira delas foi um vídeo revelado em primeira-mão mostrando o encontro da família Brittes com três rapazes na praça de alimentação de um shopping em Curitiba. Também foi ao ar um áudio do jogador, que revela o cenário encontrado por Daniel na casa do suspeito.

Daniel envia áudio a amigo e cita 'coroa dormindo'

Durante a exibição da reportagem sobre a morte do jogador do São Paulo, emprestado ao São José e revelado pelo Cruzeiro, a Globo exibiu um áudio do jogador enviado a um amigo. Na mensagem ele revela o que está vendo da residência que chegou sem saber como. "Moleque, eu juro para você que eu não tô [sic] muito bêbado. É que a situação é desesperadora.

Eu não sei como é a casa que vim parar aqui, mas parece que a casa tem uma coroa dormindo [...] o marido da coroa eu não sei onde está...", disse Daniel Corrêa. Ao final do áudio ele ainda pede ajuda ao amigo que teve a mensagem endereçada, para que ele o instrua sobre o que fazer.

Sabe-se, pelas investigações, que Daniel enviou fotos ao lado de Cristiana para um grupo de WhatsApp, onde os integrantes costumavam compartilhar fotos das conquistas amorosas de cada um deles.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O jogador ainda teria dito, conforme o próprio vídeo que pode ser visto abaixo, que teria tido sexo com Cristiana. A situação não foi comprovada.

Assista à reportagem completa sobre o caso que foi ao ar no Fantástico deste domingo (11).

Encontro com suspeitos no shopping seria para combinar versão que seria dita à polícia

Em relação ao encontro no shopping, as imagens mostram que quando um deles chega, é recebido com um beijo no rosto por Juninho Riqueza e o encontro parece acontecer em clima descontraído.

Em determinado momento, ele encara a câmera, mas não demonstra nenhum tipo de reação anormal.

Segundo o delegado do caso, Amadeu Trevisan, o encontro foi feito para combinar uma versão do crime a ser dita caso a Polícia chegasse até a família. O elo então seria fechado e se alguém o quebrasse, seria descoberto pelo suspeito que assumiu o crime.

Veja algumas imagens da família e a encarada de Edison à câmera de segurança.

Novidades sobre o caso Daniel

Caso Daniel: mulher de Juninho Riqueza muda depoimento e afirma que tentou salvar o atleta

Caso Daniel: câmera flagra Cristiana deixando celular em assistência dias depois do crime

Edison usou telefone de outro homem assassinado para ligar e confortar parentes de Daniel

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo