No início do mês de novembro, uma ocorrência policial chamou a atenção das autoridades de Sorocaba. Ao chegar do trabalho, no último dia 1º, um homem ao chegar em sua casa, no Jardim Ana Maria Maria, notou que a mesma havia sido invadida e objetos pessoais e eletrônicos roubados. Em um dos cômodos que estava revirado foi encontrado o documento de identidade de um rapaz que, de acordo com a polícia, era suspeito de ter cometido o furto e desde então estava sendo procurado.

Publicidade
Publicidade

A busca pelo “invasor esquecido” terminou nesta quinta-feira (29), quando ele foi preso na cidade de Itatiba, quando praticava outro delito.

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Militar, a Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAN) recebeu uma denúncia dando conta de que um veículo, modelo Classic GM de cor prata e cujas placas haviam sido adulteradas com o uso de fita isolante, trafegava pela cidade. O serviço de monitoramento, de posse dessas características do veículo, o localizou trafegando sentido Bragança Paulista.

Publicidade

No final da manhã, por volta das 11h30, o sistema de monitoramento flagrou o carro voltando para Itatiba e os policias foram até Rodovia Luciano Consoline para fazer a abordagem. Ao perceberem a aproximação da viatura, o motorista do veículo tentou empreender fuga e após alguns quilômetros de perseguição, conseguiu abordar os dois suspeitos em frente à prefeitura da cidade. Um deles é Dalton Alves Gomes, que havia esquecido seu documento em uma das casas invadidas em Sorocaba.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Ele é morador da capital.

Dentro do carro havia vários objetos, como notebooks, aparelhos celulares, quatro televisores de grande porte, além de uma caixa de ferramenta usada para fazer os furtos. Segundo a polícia, eles costumavam agir em ruas pouco movimentadas, batiam palmas no portão e caso ninguém atendesse, invadiam a residência.

Sorocabano lamenta não ter recuperado objetos, mas parabeniza polícia pela prisão

Apesar da prisão do suspeito do furto, o proprietário da casa invadida em Sorocaba no dia 1º lamenta não ter conseguido recuperar os objetos furtados.

Ele estima prejuízo de 30 mil reais, mas agradeceu a polícia de Itatiba por ter prendido o acusado. “Se os ladrões ficarem presos, farão menos vítimas”, disse.

O proprietário ainda disse que na ocasião do roubo na sua casa, a polícia militar não quis apreender o documento alegando que isso era de competência da Polícia Civil. O proprietário do imóvel foi ainda orientado a fazer queixa dois dias depois, procedimento que foi realizado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo