O pastor evangélico Pedro Jorge dos Santos Teixeira está sendo acusado por 4 fiéis de oferecer cura em troca de relações íntimas. As vítimas ainda relataram que o pastor afirmava que o anjo Camael incorporava nele e, por isso, ele poderia proporcionar cura física e espiritual a suas vítimas.

Diante das acusações, o pastor evangélico acabou sendo preso e está respondendo a um processo no qual é acusado de violentar quatro adolescentes que frequentavam sua igreja, localizada na zona leste de São Paulo.

Um reportagem publicada no G1 traz um vídeo que recebeu de um dos garotos que fez a denúncia, no qual o garoto conta que o religioso abusava dele, e também revela que o pastor inventava a história de que o tal anjo Camael estaria orientando para que os dois fossem para cama e mantivessem conjunção carnal.

O adolescente conta que tinha um vício e que o pastor usava desse problema para conseguir manter relação em troca de uma suposta cura.

O garoto disse que era muito ingênuo e que confiava muito no pastor e acabou acreditando em suas mentiras. O menor foi autorizado pela avó para conceder essa entrevista ao G1. A condição do garoto foi que sua identidade fosse mantida em sigilo e que seu rosto não fosse divulgado.

Menina de 15 anos vai para a cama com o pastor para poder namorar o filho adotivo

Ainda segundo informações do G1, uma garota de 15 anos teria relatado à Polícia que ela desejava namorar com o filho adotivo de Perro Jorge.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

No entanto, o pastor teria dito à menina que ela só poderia namorar com o filho dele se aceitasse perder a virgindade com o ‘anjo Camael’. De acordo com o boletim de ocorrências, a menina manteve conjunção carnal com o pai para depois poder namorar com o filho. Porém, a garota acabou desistindo de namorar o filho do pastor e foi nesse momento que ela começou a ser ameaçada por ele.

Pastor preso é fundador de igreja

O pastor está preso há pouco mais de um mês.

As descobertas a respeito de sua vida têm movimentado o mundo gospel. Acontece que ele é o fundador da Igreja Apostólica dos Mistérios de Deus em São Mateus. No entanto, o religioso nega ter cometido tal crime e se declara inocente de todas as acusações.

Denúncia

Segundo a denúncia da Promotoria, os adolescentes foram abusados entre 2014 até meados de 2017. Eles tinham entre 14 e 17 anos. Dois meninos e duas meninas relataram tudo o que ocorreu.

Os jovens disseram que o pastor inventava a história de anjo e também afirmaram que eram ameaçados de morte. Os adolescentes também disseram que o pastor fingia estar incorporando o anjo Camael e prometia a cura em troca de conjunção carnal.

Defesa do Pastor

A defesa do pastor alega que todo o ocorrido entre ele e os adolescentes foi consensual. O pastor também se declara inocente de todas as acusações.

Ele gravou um vídeo momentos antes de se entregar às autoridades, no qual diz que irá provar a toda a sociedade que ele foi vítima de uma grande armação e que de fato ele é inocente de todas as acusações.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo