A rodovia Prefeito Fábio Talarico (SP-345), em Franca, no interior de São Paulo, foi palco de mais um acidente com vítima fatal no trânsito. Nesta quinta-feira (20), por volta das 16h, o advogado Luiz Augusto Consoni, morador de Ipuã (SP), invadiu a pista contrária e bateu de frente com um caminhão na altura do quilômetro 50, trecho de pista simples.

No veículo também havia uma mulher, que foi socorrida em estado grave e levada a um hospital particular.

O acidente

Segundo a Polícia Rodoviária, o veículo do advogado, de 79 anos, um Nissan Sentra, que seguia em direção a Ipuã, invadiu a pista contrária sentido Franca.

O motorista do caminhão tentou evitar a colisão, mas não conseguiu evitar a batida frontal com o carro. O caminhoneiro não teve ferimentos e as causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Devido ao trabalho da polícia, o trânsito precisou ser interditado nas duas pistas.

Trânsito no Estado de São Paulo

De acordo com dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP), no primeiro semestre de 2018 foi registrada queda de 5,8% no número de mortes no trânsito.

No primeiro semestre de 2018 foi registrada uma queda de 161 casos de mortes, sendo 2.754 em 2017 e 2.593 mortes no trânsito em 2018.

Uma curiosidade foi a alta significativa do número de vítimas fatais no mês de junho, quando aconteceu a Copa do Mundo. O motivo, segundo o governo, é o fato de junho ter tido cinco finais de semana contra quatro em 2017 e os jogos do Brasil na Copa. Desse modo houve um aumento de 3,9% nos acidentes em relação ao mesmo mês de 2017. Nesse mês foram registradas 506 vítimas, sendo que as vítimas masculinas estão em uma maior porcentagem, com 82,4%.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Também foi significativo o aumento de vítimas fatais de motociclistas (16,5%) e pedestres (20,3%).

Especialmente no dia do jogo entre Brasil e Sérvia foram registrados 25 óbitos, um aumento significativo tendo em vista que a média dos meses de maio e junho foi de 15,6.

As estatísticas mostram que as maiores incidências de vítimas fatais foram nos períodos da noite e nos finais de semana, sendo que 45,7% (quase metade das fatalidades) aconteceram das 18h de sexta-feira às 6h de segunda-feira.

Em relação à idade, os jovens com idade entre 18 e 29 anos representam 25% das vítimas.

Já em relação ao gênero, o masculino representa 82,9% das vítimas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo