O jovem Henrique de Oliveira estava voltando para sua casa em um ônibus, quando viu um grave acidente nesta quinta-feira à noite (06). Ao descer do ônibus, ele foi tentar ajudar as vítimas e ouviu do motorista os seguintes gritos: "Tira as crianças, tira as crianças". Esse foi o último pedido dele antes de falecer, contou Oliveira.

Ranur Pierre da Silva Carneiro estava com as crianças na van quando foi surpreendido por uma árvore que caiu em cima do veículo.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

Ele acabou sendo esmagado pela árvore e não conseguiu sobreviver.

Henrique Oliveira foi um dos primeiros a chegar no local, antes mesmo do Corpo de Bombeiros. Ao ver toda a cena, ele pediu ao motorista do ônibus para que abrisse as portas, pois ele era socorrista e iria tentar ajudar.

De acordo com Oliveira, foi ouvida uma explosão e no local, árvores tinham caído e a van escolar [VIDEO]estava no meio.

Várias crianças estavam gritando e pedindo por ajuda. Nessa hora, ele escutou o motorista pedindo para que retirasse as crianças. O jovem possui formação de socorrista de resgate, mas não está atuando no ramo.

Segundo seus relatos, ele arrebentou um dos cintos de segurança de uma das crianças que estava sentada na frente e conseguiu tirar ela de lá. No total, foram cinco crianças retiradas da van. Em seguida, foi para o outro lado tentar ajudar o motorista. Porém, ele já estava sem vida. Oliveira ainda acompanhou todo o resgate até de madrugada. A sensação dele foi de tristeza, buscando entender o que aconteceu.

Foi uma tragédia

O empresário Leonardo Meyer também foi um dos que ajudou no processo de resgate.

Ele disse que o motorista estava muito machucado [VIDEO]. Ele chegou a tentar conversar com a vítima, mas ela estava esmagada pela árvore e mal conseguia falar. A árvore caiu exatamente em cima dele.

Conforme informações dos familiares, as crianças passam bem e nenhuma delas está em estado de choque. Eles, por enquanto, não têm consciência de que o motorista morreu.

Duas pessoas que estavam em um carro ao lado também foram retiradas, após a quebra dos vidros.

Resgate

A árvore que caiu era de grande porte e ficava em uma rotatória, na rua Major Lopes. O tenente Sérgio Magalhães, do Corpo de Bombeiros, falou das dificuldades do resgate, já que foram atingidos cabos de alta tensão.

O tenente disse que na ligação obtida foi informado da queda de uma árvore, contudo, segundo ele, foram quatro árvores que caíram. Uma acabou puxando a outra. Um quinto arbusto que também poderia cair foi cortado pelos socorristas.