Um indivíduo que não foi identificado acabou morrendo em confronto com dois policiais após fazer um assalto em uma joalheria no Centro de uma cidade Sul Fluminense. O homem assaltou o local e chegou a levar cerca de R$ 50 mil em joias, mas um descuido acabou sendo fatal.

O ladrão, que foi morto na manhã da quarta-feira (5), se deparou com dois policiais do município de Valença, onde aconteceu o assalto e, para tentar escapar com o produto do roubo, o bandido fez uma senhora de 83 anos de refém. A aposentada Tereza de Jesus teve uma arma apontada para sua cabeça por cerca de 20 minutos em plena luz do dia.

Com o bandido, foram encontradas as peças roubadas da loja, além de um revólver calibre 38.

Idosa de 83 anos foi feita de refém

A joalheria Barra Joias era foi o alvo do ladrão. O bandido adentrou o local por volta das 10h30, fez uma 'limpa' no local e ao sair com o produto do roubo, o homem se deparou com dois policiais. Segundo informações do 10º BPM (Barra do Piraí), o criminoso foi abordado por PMs que passavam em uma viatura e foram avisados por populares sobre o assalto. Ao ver a polícia o homem fez a idosa de refém.

Os policiais tentaram negociar com o homem a libertação da refém, mas foram 20 minutos de tentativas sem sucesso.

Ele ainda tentou caminhar segurando o pescoço da idosa em uma tentativa de fuga. Em determinado momento, Dona Tereza tropeçou e acabou caindo. Exatamente neste momento os policiais, que empunhavam suas armas apontadas para o bandido, dispararam várias vezes. O homem morreu no local.

Os policiais também relataram que o homem, a todo momento, ameaçava matar a senhora de 83 anos, deixando a cena ainda mais tensa. Toda a ação da polícia foi registrada por populares que filmavam as cenas de terror no centro da pequena cidade de Valença.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro

Jair Messias Bolsonaro (PSL) parabeniza PMs que mataram bandido

Por meio de sua conta oficial no Twitter, o presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, parabenizou a ação bem sucedida dos policiais. “A vida do cidadão de bem sempre deve ser prioridade”, escreveu Bolsonaro. O batalhão de onde os policiais militares são oriundos também respondeu a mensagem do presidente. A postagem no Twitter já contava com 112 mil curtidas.

O deputado federal, filho de Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também se pronunciou em redes sociais, dizendo que os mesmos mereceriam uma medalha por conta da ação bem sucedida que acabou com a vida de um bandido.

Confira a postagem de Bolsonaro elogiando a ação dos policiais de Valença, no estado do Rio de Janeiro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo