Um motorista de caminhão foi preso em flagrante na noite da última quarta-feira (4) em um terminal de cargas na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo, após atirar em uma cachorra [VIDEO].

O animal, cujo nome é Pintada, não estava abandonada. Ela é cuidada por um vigia do local. Douglas Tarcizo da Silva, de 38 anos de idade, suspeito de ser o responsável pelo disparo, foi preso em flagrante. De acordo com as informações liberadas pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, foi feito o boletim de ocorrência no 73º Departamento de Polícia, no bairro do Jaçanã.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

O caminhoneiro foi autuado sob a acusação de abuso contra o animal indefeso, respondendo ainda por porte ilegal de arma. Segundo a polícia, Douglas teria tentado subornar os PMs para evitar a prisão.

Os PMs levaram rapidamente Pintada ao Hospital Veterinário Vet Popular, que fica no Tucuruvi, também na zona norte de São Paulo. Conforme a assessoria de imprensa da unidade hospitalar, o quadro de saúde da cadela está estável nesse momento, [VIDEO] mas ela ficará provavelmente internada até o próximo domingo (9), a fim de que se recupere dos ferimentos em uma das patas dianteiras.

Os policiais militares que acudiram a cachorra anunciaram prontamente que iriam arcar com a internação de Pintada, entretanto, o hospital veterinário já deixou claro que, como uma forma para agradecer à polícia pela atitude tão louvável, não cobrará nada do tratamento do animal.

Conforme informou a Secretaria de Segurança Pública, os policiais militares procediam com uma operação de rotina no terminal de cargas na rodovia Fernão Dias no momento em que foram chamados.

Ao chegarem ao local, um vigia de 63 anos se adiantou em contar-lhes o que aconteceu.

A partir desse momento, o motorista foi questionado no seu próprio caminhão pelos policiais, confessando que atirou em Pintada. Logo depois Douglas indicou aos PMs em qual outro caminhão próximo tinha escondido a pistola de calibre 6.35 mm, que foi apreendida pela polícia.

Tentativa de suborno

Com o objetivo de não ser preso, o caminhoneiro teria tentado oferecer suborno aos policiais. Mediante o contexto repleto de fatos tão graves, a autoridade policial de plantão converteu a prisão em flagrante para prisão de caráter preventivo, isto é, a decisão final sobre o destino de Douglas deverá ser feita na audiência de custódia.

Quanto aos PMs, esses receberão homenagens às 15h desta quinta-feira (6), nas dependências do 5º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, que fica na Vila Pedrosa.

Repúdio total contra maus-tratos aos animais

Os ânimos contra os maus-tratos aos Animais por grande parte da população estão acirrados desde que um cachorro foi morto em uma loja do Carrefour [VIDEO]em Osasco, na Grande São Paulo, no último dia 28.

As imagens das câmeras de segurança do hipermercado mostram um segurança do hipermercado segurando uma barra de ferro que teria sido usada para agredir o animal.

Conforme Silvia Fagundes, delegada da Delegacia de Meio Ambiente da cidade, as imagens esclarecem sem sombra de dúvidas o ocorrido. Ativistas, protetores dos animais, internautas, Famosos e pessoas comuns querem penas mais severas para tal tipo de crime por parte da Justiça.