Quadros pintados por detentos do Presídio Regional de Santa Maria (RS) estão em exposição no Espaço Novos Talentos da Câmara Municipal da cidade. A mostra Olhar no Cárcere reúne 22 telas que retratam a visão dos detentos sobre natureza, liberdade e família. A iniciativa faz parte do programa social Universal nos Presídios (UNP) e tem por objetivo despertar o talento artístico e auxiliar na ressocialização deles.

A exibição pode ser conferida até o dia 24 de dezembro, de segunda a sexta, com entrada gratuita.

Um dos autores do quadro, o preso T. A., de 22 anos, declarou que a atividade artística fez com que ele se transportasse para um mundo melhor, como se ele estivesse fora da prisão.

“Quando estou pintando, sinto meu coração confortado e a mente tranquila. Eu nunca tinha pintado um quadro antes, mas sempre tive vontade. Agora, pretendo aperfeiçoar as técnicas que aprendi na oficina”, contou o detento.

Segundo o administrador do Presídio Regional de Santa Maria, Aldenir Batista, desde que a UNP chegou na Unidade Prisional o comportamento dos presos melhorou e o trabalho ajudou na recuperação da autoestima deles.

As obras produzidas pelos presos fazem parte da oficina de artes oferecida pela UNP, uma vez por semana. O curso tem duração de 14 horas e também proporciona aos participantes a redução do tempo da pena.

Reinserção social

O trabalho com as artes foi implantado em 2008 pelo artista plástico Venino Aragão, no Maranhão, em 14 penitenciárias masculinas e femininas do estado.

“Vários detentos que participaram das oficinas hoje estão trabalhando com a arte”, explicou o Venino, atualmente responsável pela UNP de Santa Maria.

Segundo o artista plástico, dos detentos que participam das oficinas, muitos são ressocializados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades

Importância de reeducação

A Universal nos Presídios é um programa social que existe há mais de 30 anos. O grupo atua nas penitenciárias masculinas e femininas de todo o Brasil, amparando mais de 500 mil presidiários, os familiares deles e funcionários.

Com o trabalho desenvolvido pela UNP, por ano, foram reeducados cerca de 7,5 mil presos. A ressocialização acontece, principalmente, por meio de cursos profissionalizantes, palestras e apoio aos familiares dos detentos.

Serviço

Exposição Olhar no Cárcere

Data: 10 a 24 de dezembro - segunda a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30; sexta-feira das 7h30 às 13h30

Local: Câmara de Vereadores de Santa Maria - R.

Vale Machado, 1415 - Centro, Santa Maria (RS)

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo