Daniel Borges Doutel Ferreira, de apenas 17 anos, foi baleado quando passava de carro com o pai pela BR-101, na altura de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. Isso aconteceu por volta das 7h do último sábado (12), na altura do bairro Jardim Catarina. Daniel acompanhava o pai para a Região dos Lagos quando os bandidos alvejaram o carro com tiros.

Os tiros atingiram o adolescente no pescoço, no braço e no olho esquerdo. Ele foi socorrido pelo próprio pai, o médico Jorge Victor Doutel, que levou o jovem a um pronto socorro em São Gonçalo, e, logo depois, ao Centro de Traumas do Hospital Estadual Alberto Torres.

Publicidade
Publicidade

"Eles já vieram com o objetivo de destruir e matar. Eles apontaram as armas e atiraram. Eu vi o meu filho ser baleado na minha frente. Ele ia morrer. Ele começou a sangrar violentamente", relatou o médico.

Era só um passeio

O médico Jorge Victor e o filho, Daniel, saíram por volta de 5h30 do Jacarepaguá, onde os dois moram com o resto da família, para ir num passeio na praia da Região dos Lagos.

Conta Jorge Victor que quando chegaram na altura de Noves, logo após a Ponte, ele estava a 90 km/h, e que vários bandidos, rapidamente, cercaram o carro onde estavam.

Publicidade

O médico informa que o número girava em torno de 20 bandidos. Eles estavam em grande número, dentro dos carros e estavam fortemente armados com fuzil, sem nenhuma exceção. Um dos carros parou na frente do carro de Jorge, dois carros na esquerda e um outro atrás. Daniel estava no banco do carona quando, segundo Doutel, os bandidos começaram a dar coronhada nos vidros do carro, porém, o vidro não quebrou. Cada vez as pancadas eram mais fortes, o médico dizia que só ouvia o filho dizer para não abrir.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Jorge conta que continuou orando e clamando, quando, logo em seguida, saíram, mas ele não ouviu os tiros que atingiram Daniel. Relatou ainda que, quando olhou para o lado, viu o filho com uma lesão séria no olho esquerdo.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado do RJ, o estado de saúde do rapaz baleado ainda é grave, mas, mesmo assim, ele está consciente. A PM informou que segundo informações do 7ª BPM, na manhã do último sábado, foram acionados policiais para ir até o Posto de Saúde de São Gonçalo, logo após o rapaz baleado ter sido trazido e socorrido para essa unidade de saúde.

A ocorrência foi registrada na 73ª DP da região das Neves.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo