Na última terça-feira (16), completou um mês do assassinato do Pastor Anderson do Carmo, marido da Deputada Federal Flordelis. Dois filhos do casal ainda se encontram presos suspeitos de terem tirado a vida do pastor, além disso,muita coisa ainda está sem resposta nesse crime que chocou o Brasil.

No último dia de 4 de julho, a deputada foi vista usando uma pulseira do marido que ela havia dito que tinha sumido após o crime em sua casa.

Flordelis havia dito nove dias depois do assassinato de Anderson que alguns objetos pessoais do marido haviam sumido de sua casa, entre eles, essa pulseira, relógios e um anel. O celular da vítima também desapareceu e ainda não foi encontrado.

Flordelis atribuiu o sumiço dos objetos ao movimento que ficou sua casa após a morte do marido. Ela disse que muitas pessoas passaram pelo local e que não era possível precisar o momento exato em que os objetos sumiram.

Assessoria confirma uso da pulseira

A assessoria de imprensa da deputada confirmou na última segunda-feira (15) que a pulseira de Anderson foi encontrada. Segundo a nota, foi realizada uma rearrumação interna na residência da pastora, após a enorme desordem que a mesma ficou depois do crime, e com isso a pulseira de Anderson foi encontrada.

Através da nota, a assessoria informou que nenhum dos outros objetos que desapareceram foram encontrados, nem o celular.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Eles informaram também que desde que o objeto foi encontrado, a deputada Flordelis passou a usaá-lo, juntamente com a aliança que foi do marido, como uma forma de manter a memória e homenagear o marido. Eles disseram também que desde então a deputada não tirou mais o objeto do braço.

O Instituto de Criminalística Carlos Éboli, da Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro, confirmou que a arma encontrada no quarto usado por Flávio, um dos filhos de Flordelis suspeito de ter matado o pai, realmente foi usada para ferir o pastor Anderson.

O objeto foi encontrado em uma diligência da polícia realizada na casa de Flordelis. Flávio disse à polícia que deu seis tiros em Anderson no dia 16 de junho. O crime ocorreu na garagem da casa, após Anderson chegar com Flordelis de um jantar. A deputada tinha entrado na casa quando ouviu os disparos contra o marido.

Homenagem de Flordelis

A deputada Flordelis usou seu Instagram para fazer uma homenagem ao marido no dia 16 de julho, quando completou um mês de sua morte.

Ela postou duas fotos do casal e disse que as fotos ao lado do mesmo eram sempre sorrindo e felizes. Ela disse que infelizmente hoje dói, que dói a dor da perda, a dor da saudade e a dor da falta que ele faz para ela. Ela terminou dizendo: "UM MÊS SEM MEU NIEL! Te amarei eternamente!" Confira a postagem abaixo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo