A mãe de um menino autista de apenas dois anos passou por uma situação bastante complicada recentemente.

Sara Onori, de 22 anos, mãe de Arthur, passou por esta situação um tanto quanto indelicada na última semana, após uma mensagem que recebeu através do WhatsApp. Ela recebeu uma mensagem de uma mãe de um colega de escola do filho que a deixou bastante surpresa.

Na mensagem que Sara recebeu, a mãe em questão relatava que não iria convidar Arthur para a festa do filho pois ele era muito problemático.

Este foi o motivo apresentado pela mãe do colega de escola do menino para que ele não fosse convidado.

A mulher também chegou a dizer na mensagem que,p ele ser muito problemático, ela não iria convidar, pois ele poderia incomodar as outras crianças que iriam à festa do menino. Além disso, ela completa a mensagem pedindo a compreensão da mãe de Arthur quanto à recusa.

A situação toda aconteceu quando a mãe do menino, que faz parte de um grupo com outras mães, notou que elas estavam comentando no grupo a respeito de uma festa que aconteceria.

Sara questionou o grupo sobre a festa

Curiosa a respeito da festa que as mães estavam falando a respeito, Sara questionou no grupo. Em seguida ela recebeu uma mensagem particular de uma das mães presentes, e foi quando ela foi informada que seu filho não seria convidado.

Sara conta que ficou muito surpresa com a mensagem que havia recebido da mulher, e que no primeiro momento não soube o que responder para ela, e acabou não respondendo nada devido ao choque.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Opinião

Depois de um tempo, porém, ela resolveu que iria responder a mensagem enviada.

Ao tentar responder para a mulher a respeito da mensagem que havia recebido, Sara notou que havia sido bloqueada do WhatsApp e também de todas as outras redes sociais para não poder entrar em contato com a mulher.

Ela conta que a mãe em questão não era apenas a mãe de um coleguinha de escola de Arthur, mas que as duas eram amigas.

E que ela acabou sendo bloqueada logo após receber a mensagem que havia recebido, negando o convite ao seu filho para a festa.

Em uma mensagem publicada em suas redes sociais a respeito da situação, Sara faz questão de falar que seu filho não é problemático e que ele na realidade tem autismo. Mas que, desde sempre em sua casa, ele foi ensinado a respeitar ao próximo. A mãe ainda completou o seu texto dizendo que, apesar de seu filho ter esta deficiência, isso não o torna inferior a ninguém de forma alguma.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo