Na manhã desta quinta-feira (17), equipes de resgate retiraram o quarto corpo [VIDEO] do meio dos escombros do edifício Andrea, que de desabou na última terça-feira (15), em Fortaleza. A vítima foi localizada por volta das 6h40, é do sexo masculino, mas ainda não é possível saber sua identidade. Mais de 300 pessoas estão mobilizadas no trabalho de resgate.

Inicialmente foi divulgado que nove pessoas haviam sido resgatadas com vida, porém esse número foi corrigido e os dados oficiais são de que sete pessoas sobreviveram, seis ainda estão desaparecidas, além quatro vítimas fatais.

O coronel Luis Eduardo Holanda, comandante do Corpo de Bombeiros, disse que em situações como estas são comuns informações se sobrepores. De acordo com ele, havia sido divulgado um número inicial de nove sobreviventes, mas havia duplicidade no nome de dois deles.

A primeira morte confirmada foi a de Frederick Santana dos Santos, de 30 anos. Ele estava fazendo entrega em um pequeno comércio que fica ao lado do prédio e foi atingido pelos escombros.

A segunda vítima é de uma mulher que foi encontrado na madrugada de quarta-feira (16), mas ainda não havia sido identificado até a manhã desta quinta.

Já a terceira vítima fatal foi encontrada pelo Corpo de Bombeiros na noite desta quarta. Trata-se de Izaura Marques Menezes, de 81 anos. Ela é avó Fernando Marques, de 20 anos, que foi a primeira pessoa a ser retirada com vida dos escombros. Seu esposo, Vicente de Paula Vasconcelos de Menezes, de 87 anos, ainda continua desaparecido.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Quem são os feridos

Além de Fernando Marques, neto de uma das vítimas fatais, outras seis pessoas foram resgatadas com vida dos escombros. O caso que inspira mais cuidados é de Antônia Peixoto Coelho, de 72 anos, cujo estado é considerado grave. Seu sobrinho, João Ycaro Coelho de Menezes, 35 anos, chegou a ser hospitalizado, mas já teve alta.

Outro que também já saiu do hospital é o estudante de arquitetura David Sampaio, de 22 anos. Ele chegou a mandar uma selfie por enquanto estava preso nos escombros para tranquilizar os familiares.

Após ser resgatado, foi levado para uma clínica participar e já foi liberado.

Cleide Maria da Cruz Carvalho, de 60 anos, teve ferimentos pelo corpo, mas seu estado é considerado estável. Gilson Gomes, de 53 anos, que estava no comércio atingido pelos escombros, e Francisco Rodrigues Alves, de 59 anos, que é porteiro e zelador do prédio, são as outras pessoas resgatadas com vida.

Os trabalhos para localizar mais sobreviventes estão sendo feitos dia e noite de forma manual e por enquanto as equipes não estão utilizando maquinário pesado.

"Iremos até o limite, até ter certeza que não tem mais como progredir apenas com ferramentas manuais", disse o comandante dos bombeiros.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo