Na noite do último domingo (16), um médico da Santa Casa de Araçatuba, cidade localizada no interior de São Paulo, teve o rosto mordido por um paciente da unidade de Saúde.

De acordo com informações obtidas pelo G1, o médico teve parte do seu rosto arrancada após a mordida do homem, um jovem de 22 anos de idade. O site ainda apontou que, por apenas alguns milímetros, a mordida não atingiu a jugular do médico.

É possível afirmar que a veia é a principal responsável por realizar a drenagem do sangue.

As informações foram fornecidas pela assessoria de imprensa da própria Santa Casa de Araçatuba, e o caso foi registrado perante as autoridades competentes.

Além de morder o rosto do médico, que era plantonista da unidade de saúde, o paciente também chegou a agredir outra médica do local. Segundo o G1, o homem ainda acabou quebrando as portas do pronto-socorro da referida unidade de saúde.

Também é possível pontuar que as atitudes do pacientes foram registradas em um Boletim de Ocorrência e ele responderá aos crimes de lesão corporal e dano.

Entretanto, o jovem não se encontra preso e responderá em liberdade.

Conforme os fatos mencionados pelo G1, quando as agressões aconteceram havia testemunhas no local. De acordo com os relatos delas, é possível afirmar que o homem em questão foi encaminhado ao hospital após sofrer alguns ferimentos no braço enquanto participava de um churrasco.

Mais informações fornecidas pela Santa Casa

O G1 chegou a entrar em contato com a Santa Casa de Araçatuba para obter maiores informações relativas à ocorrência descrita.

Durante o contato em questão, a unidade hospitalar informou que o homem chegou a ser atendimento primeiramente pela médica. Entretanto, ele a atacou com empurrões, o que fez com que a profissional da saúde caísse no chão.

Posteriormente, o médico que teve o rosto mordido foi socorrer a sua colega de trabalho e acabou sendo vítima da lesão citada anteriormente. É possível ainda afirmar que parte do pescoço do médico chegou a ser arrancada pela mordida do paciente, que apresentava sinais de embriaguez de acordo com as informações passadas pela assessoria da Santa Casa.

A partir desse ponto, o paciente em questão passou a correr pelas dependências da unidade hospitalar. Nesse momento ele quebrou a porte de um banheiro localizado na recepção do local e cometeu mais uma agressão, dessa vez contra um paciente.

Após essa última agressão, de acordo com a Santa Casa, o homem foi controlado pela Polícia Militar e, na sequência foi encaminhado para as autoridades que estavam prestando plantão policial.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!