Em meio ao avanço do novo vírus no Brasil, foi registrado a morte da adolescente de 17 anos, identificada como Kamylle Ribeiro, residente do estado do Rio de Janeiro. A morte foi confirmada na última terça-feira (14), mas as informações surgiram recentemente.

De acordo com algumas informações do portal UOL, a adolescente havia dado entrada no hospital no último dia 24 de março, após apresentar sinais do novo coronavírus. Kamylle chegou a ficar internada durante 20 dias no Hospital Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os agentes da saúde chegaram a realizar todos os procedimentos necessários para tentar salvar a vida da adolescente, mas ela acabou não resistindo aos tratamentos e morreu, se tornando a jovem mais nova a morrer em decorrência do vírus.

Informações do UOL, apontam que a jovem recebeu tratamento a base de cloroquina. De acordo com a prefeitura da cidade de Caxias, o tratamento realizado na adolescente de 17 anos obedeceu todo o "protocolo do Ministério da Saúde para uso do mesmo [do medicamento]. Pelas redes sociais, Kamylle recebeu muitas homenagens, onde ela foi considerada por alguns de seus amigos como companheira de sua mãe.

A adolescente estava se preparando para o vestibular, onde pretendia cursar medicina. Até o fechamento dessa matéria, nenhuma informação adicional foi apresentada sobre o respectivo caso.

Rio de Janeiro

O estado do Rio de Janeiro é o segundo estado mais afetado com a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com as últimas informações cedidas pelo Ministério da Saúde, cerca de 317 pessoas já foram vitimadas no estado, onde a maioria estavam no grupo de risco, que seriam aquelas com idade igual ou superior a 60 anos e também aquelas pessoas que possuem doença venérea.

A cidade carioca foi uma das primeiras a obedeceram o isolamento social imposta pelo atual presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

Mesmo com tamanha preocupação, novas vítimas do vírus surgem a cada dia.

Governador do Rio

Em meio a pandemia, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também foi contaminado pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo próprio governador através de um vídeo publicado no Instagram. O governador informou que apresentava sinais claros do vírus, onde foi aconselhado a realizar alguns exames por profissionais da área da Saúde.

Wilson Witzel informou que irá acompanhar os problemas do estado em sua residência, mas informou que irá fazer de tudo para retomar suas atividades governamentais. Até o fechamento dessa matéria, o governador continua de quarentena.

Prevenção do vírus

Ainda não chegou uma solução para evitar o contágio do novo coronavírus. Por isso, profissionais da Saúde ressaltam a importância da prevenção. De acordo com informações, muitas pessoas ainda não estão tomando cuidados para evitar o contágio do vírus. Referente a isso, as redes sociais está sendo uma das plataformas para conscientizar a população.

Nesse período de proliferação do vírus, é aconselhável permanecer em casa e evitar quaisquer contato com pessoas que estejam no grupo de risco, tendo em vista que eles são vulneráveis para se complicar em razão do vírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!