Um influenciador digital está sendo indiciado pela Polícia Civil pelo crime de disseminação de notícias falsas nas redes sociais. O caso foi registrado em Curitiba.

De acordo com informações cedidas pelo jornal G1, o 'youtuber' estaria divulgando formas de receita caseira para coibir o contágio do novo coronavírus. Com 150 mil seguidores em seu canal no YouTube, o jovem influenciador informa que a receita baseada com cal virgem é uma forma de coibir o contágio do vírus.

Uma operação então foi deflagrada, na manhã nesta última terça-feira (14), com cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do 'youtuber'

Policiais adentraram na residência do jovem e coletaram parte do material que era usado para divulgar as informações nas redes sociais.

O influenciador foi indiciado pelos crimes de charlatanismo, falsidade documental, falsa identidade e falso alarde, e deve responder em liberdade.

O jovem não foi preso, mas irá responder o processo. Até o fechamento dessa matéria, o jovem que não teve a identidade revelada não se pronunciou sobre o respectivo caso.

Youtuber sendo investigado

Um outro influenciador digital está sendo investigado pela Polícia Civil após descumprir toque de recolher, em Campo Grande, durante esse período de proliferação do novo coronavírus. O 'youtuber' foi identificado como Eduardo Razuk, onde possui um canal no YouTube com mais de 500 mil seguidores.

Razuk é bastante conhecido por ter diversos carros de alta potência em sua garagem. Mediante esse período de quarentena, o influenciador descumpriu o toque de recolher imposto por autoridades governamentais e dirigiu na cidade, onde ele relatava que as ruas estavam vazias e chegou a dizer que agentes da segurança pública não estariam fiscalizando quem está descumprindo a quarentena.

O vídeo postado por ele mesmo, onde chegou a dar uma certa repercussão nas redes sociais, e a Polícia Civil acabou recebendo o caso. Após tamanha polêmica, Razuk apagou o vídeo do seu canal no YouTube.

Valério Azambuja, secretário de Segurança e Defesa Social de Campo Grande, acrescenta que Eduardo da Silva tem 41 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Até o o momento, o influenciador não de pronunciou sobre o caso.

Coronavirus

O vírus segue avançando diariamente no território nacional. Pelo fato de ainda não haver métodos para coibir o contágio do novo Coronavirus, profissionais da área da saúde informam que é necessário a colaboração da população brasileira nesse período de pandemia.

No começo do proliferação do vírus, o atual presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), informou que o retorno das atividades profissionais não iriam passar do mês de abril.

Pelo fato do vírus continuar vitimando muitas pessoas, o período de quarentena poderá ser prolongado por mais algumas semanas.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!