Em meio à proliferação do novo coronavírus no Brasil, um policial militar em Guarabira, na Paraíba, gravou um vídeo fardado dentro da viatura dando sua opinião a respeito da paralisação das atividades no país. De acordo com o militar, a população deveria voltar a trabalhar, já que que o vírus não inibe ninguém de exercer as funções profissionais. O policial também se manifestou contra as medidas de isolamento recomendadas pelo Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Governo do Estado.

Referente a isso, a Polícia Militar da Paraíba entrou com procedimento administrativo contra o militar, onde foi afastado das atividades por tempo indeterminado.

A secretária de Saúde de Guarabira, Fernanda Macedo, informou que o isolamento social em Guarabira continua.

Covid-19

Com a proliferação do vírus em toda parte do mundo, o Brasil está se adaptando à nova rotina de quarentena. Muitos empregados estão realizando atividades profissionais ''home office'', que é o trabalho dentro de casa. Essa é uma medida que está sendo usada por algumas empresas para que os funcionários não sejam demitidos e que também os trabalhos não parem em meio à pandemia.

Por outro lado, muitas pessoas que trabalham de forma autônoma estão sofrendo com essa paralisação. Muitos vendedores ambulantes que trabalham dia após dia, estão sofrendo com essa quarentena, tendo em vista que muitos não possuem outra fonte de renda.

Diante dessa situação, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou uma lei para beneficiar as pessoas que trabalham de forma autônoma. O auxílio é de R$ 600. Mulheres chefes de família receberão R$ 1.200. O benefício irá começar a ser distribuído ainda nessa semana. O governo informou que nenhuma dívida antiga poderá ser descontada quando o dinheiro for transferido para conta dos beneficiários.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!