PRF irá investigar ação de alguns agentes durante uma perseguição na BR-070, em Ceilândia, no Distrito Federal. De acordo com informações do portal G1, os policiais passaram com a viatura policial em cima do suspeito que havia fugido da abordagem policial. Mesmo detido e sem lugar para fugir, um dos agentes da segurança usou a força para algemar o suspeito.

"A PRF continuará apurando as condições específicas deste acompanhamento para averiguar se houve algum excesso ou se os procedimentos dos policiais envolvidos foram adequados'', informou a nota da Polícia Rodoviária Federal.

O vídeo ainda continua repercutindo nas redes sociais.

Muitos internautas foram favoráveis a postura usada pelos policiais. Por outro lado, algumas pessoas informaram que o uso da força para conter o motociclista não era necessário, tendo em vista que ele já estava detido após cair com a moto. O caso ainda está sendo de bastante conflito, onde muitas opiniões são divididas sobre o respectivo caso.

Diariamente, policiais rodoviários federais realizam abordagens em todo o Brasil. Pelo fato de ser uma força federal de segurança, os agentes recebem bastantes denúncias de veículos possuindo material entorpecente e até mesmo com armas de fogo. Mediante a isso, operações diárias são realizadas.

O caso

Nesta última segunda-feira (27), um vídeo circulou pelas redes sociais mostrando uma perseguição policial.

As imagens foram gravadas por um motorista que passava no exato momento da ocorrência policial. É possível conferir o momento em que uma viatura da Polícia Rodoviária Federal persegue um homem em uma motocicleta.

Com avisos sonoros, os policiais pediram para que o suspeito encostasse o veículo, para que uma abordagem pudesse ser realizada, mas o indivíduo não acatou as ordens e continuou empreendendo fuga, onde, para tentar fugir, o condutor da moto infringiu diversas regras de trânsito, trafegou em zigue-zague, na contramão, e invadiu o canteiro central.

Na ocorrência, nenhuma outra pessoa ficou ferida e nenhum disparo de arma de fogo foi realizado.

Depois de alguns minutos de perseguição em alta velocidade, o policial que conduzia a viatura policial conseguiu alcançar o motociclista. A prisão foi realizada e o veículo foi apreendido. De acordo com informações sobre o caso, o homem que fugiu da abordagem policial não possuía passagens criminais, mas a moto que ele pilotava estava com o licenciamento atrasado desde o ano de 2015 e possuía um débito no valor de R$ 3 mil.

Por questões de segurança, ele acabou não tendo a identidade revelada.

Também não tiveram informações de o fugitivo encontra-se detido após ter cometido tal ato de irresponsabilidade.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!