O Ministério da Saúde corrigiu nesta sexta-feira (3) a informação que havia divulgado na quinta de que a primeira morte por coronavírus no país tinha ocorrido no dia 23 de janeiro.

"A informação de início dos sintomas foi alterada de 23/1/2020 para 25/3/2020. Os dados no sistema de notificação estão sendo atualizados", disse o ministério, segundo o qual o erro foi cometido pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (2), o resultado de uma investigação que aponta que a primeira morte por coronavírus no Brasil aconteceu em janeiro, um mês antes de se registrar o primeiro caso oficial no Brasil.

A vítima é uma mulher de 75 anos que morava em Belo Horizonte.

Na quinta-feira, a pasta havia dito que a descoberta havia sido resultado de uma "investigação retrospectiva", onde foram analisados todos os casos de pacientes que possuíram quadros de síndrome respiratória aguda grave.

Até então, o primeiro caso de coronavírus no Brasil divulgado de forma oficial, em 26 de fevereiro, era de um empresário de 61 anos. Ele procurou atendimento em uma instituição hospitalar, passou por todos os procedimentos e já está curado, não precisando, inclusive, ficar internado.

Brasil tem 324 mortos pelo coronavírus

Um novo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (2), apontou que subiu para 324 o número de mortos em todo o país em decorrência do coronavírus, sendo que os estados de Sergipe e o Espírito Santo registraram seus primeiros óbitos pela Covid-19.

São 82 mortes a mais em relação ao dia anterior.

Já o número de casos confirmados em todo o país subiu de 6.931 no dia 1º para 8.44 nesta quinta. Desde a última segunda-feira (274), foram registrados quase 4 mil novos casos positivos da doença.

São Paulo ainda é o estado que responde pela grande maioria tanto de casos positivos quanto de vítimas.

Até esta quinta em todo o estado 3.506 pessoas haviam se infectado, sendo que 202 vieram a falecer. O Rio de Janeiro soma 992 casos e 91 mortes. O Ceará tem 563 casos e 21 mortes.

25 mil testes a espera de resultados

O número de casos positivos no Brasil pode ser na realidade muito maior do que as autoridades vêm divulgando diariamente.

Isso porque há pelo menos 25.200 testes esperando por resultado. Somente no estado de São Paulo, segundo o G1, há aproximadamente de 16 mil testes aguardando resultado.

Outro ponto que pesquisadores chamam a atenção é que o Ministério da Saúde solicitou que apenas pacientes em casos graves sejam submetidos aos testes, o que pode provocar uma duplicidade, uma vez que esse mesmo paciente já poderia ter feito um outro teste antes de seu quadro se agravar.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!