O influenciador digital do YouTube identificado como Eduardo Rezende da Silva, de 26 anos, que é conhecido como Eduardo Razuk pelos seus seguidores foi preso na última sexta-feira (17) em Campo Grande após ser indiciado pela Polícia Civil por suspeita de receptação em um carro de origem paraguaia.

O delegado Ricardo Meirelles Bernardinelli, que está sendo responsável pelo caso envolvendo o influenciador digital, informou que o suspeito foi preso após à compra de um veículo Toyota Corolla com placas de origem do Paraguai. Após ser conduzido para delegacia, Razuk foi indiciado a pagar uma multa no valor de R$ 20 mil.

A multa foi paga e o 'youtuber' foi solto no mesmo dia.

O veículo de origem paraguaia foi apreendido pela Polícia Civil, onde carro ficará retido por tempo indeterminado. "Diante das evidências, nós resolvemos prender em flagrante o Eduardo pelo crime de receptação, na modalidade de ocultação", informou o delegado Ricardo Meirelles a respeito do caso apresentado envolvendo o influenciador digital.

Razuk é bastante conhecido no Youtube por ter carros com alta potência, onde ele grava vídeos diários mostrando a velocidade que ele consegue chegar em cada veículo. O 'youtuber' possui mais de 500 mil seguidores em seu canal. O influenciador também está sendo investigado por realizar rifas ilegais. De acordo com algumas informações, ele rifa um determinado veículo acima do valor da tabela fipe (que é o valor real do veículo), caracterizando estelionatário.

Outras polêmicas

Além de ter o carro apreendido pela Polícia Civil, o influenciador digital havia se envolvido em uma outra polêmica. Em meio ao período de pandemia do novo coronavírus, foi aplicado um toque de recolher em Campo Grande (MS), local onde Razuk reside. Após ser aconselhado por alguns de seus inscritos, o 'youtuber' resolveu sair em meio a pandemia.

Em um vídeo postado por ele mesmo em seu canal no Youtube, mostra ele acelerando nas ruas da cidade, onde ele relatava em vídeo que a cidade estava vazia e que não havia viaturas policiais para fazer a vigilância de quem estivesse descumprindo as medidas de quarentena. Após a publicação, ele acabou sendo indiciado pelo crime de direção perigosa, tendo em vista que ele avançou alguns semáforos, descumprimento de ordens importas pelas autoridades governamentais entre outros.

Após tamanha repercussão do caso, Razuk resolveu remover o vídeo das suas redes sociais, mas o caso já tinha tomado uma enorme proporção, onde jornais da cidade deram ênfase ao caso, informando a falta de responsabilidade, já que ele estaria incentivando o descumprimento de normas em meio a pandemia do novo coronavírus.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!