Em uma situação desesperadora, uma família buscou socorro para uma guarnição de policiais militares para salvar uma criança que havia se engasgado com uma tampinha de garrada. As imagens foram registradas por câmeras de monitoramento de um posto de combustíveis em Manguinhos, na Serra, na Grande Vitória no Espírito Santo.

Nas imagens é possível conferir o momento que a família chega para a guarnição policial relatando o ocorrido. O policial militar que foi identificado como Bertoli tomou ciência do problema e conduziu a ocorrência, onde ele pegou o menino de dois anos e começou a fazer procedimentos para tentar expelir a tampa de garrafa.

Enquanto a tentativa de resgate era feita, uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada no local para que o procedimento fosse continuado pelos profissionais da saúde.

O policial conseguiu expelir a tampa antes mesmo do socorro chegar no local. Os médicos analisaram a criança e constataram que ela estava bem. Em razão disso, a família acabou sendo liberada do local. A gravação do socorro foi divulgada pela Polícia Militar nessa terça (5), mas o ocorrido havia acontecido na última quinta-feira.

Após o ocorrido, o policial militar não se pronunciou. No dia do incidente, a mãe do menino, Márcia, contou que o filho engasgou por volta de 19h30 dentro de casa e que a família tentou tirar o objeto da garganta da criança.

Espírito Santo

Diante do quadro de pandemia do novo coronavírus, muitas atitudes solidárias estão sendo realizadas em toda parte do Brasil, tendo em vista que muitas famílias passam por situações difíceis. Por conta disso, algumas empresas privadas do Espírito Santo estão se mobilizando para arrecadar dinheiro e reverter em cestas básicas para famílias carentes.

A Acacci, que é um instituto voltado para atender pessoas com câncer, chegou a criar um sistema online para arrecadação de dinheiro, onde nas últimas semanas foram coletados o valor de R$ 55 mil, onde esse valor será gasto na compra de cestas básicas e itens de higiene para que as pessoas se previnam ainda mais da doença que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

O diretor-geral da EDP Espírito Santo, Fernando Saliba, que também está contribuindo, informou o seguinte: ''Nesse momento estamos lançando um novo projeto para incentivar, tanto os nossos colaboradores, quanto os gestores, a fazer doações para que compremos kits de higiene e cestas básicas para as comunidades vulneráveis''.

Segundo informações, o ato de solidariedade envolvendo empresas e ONG do Espirito Santo irá se estender até que a doença seja controlada no país por entidades governamentais ou até mesmo por profissionais da área da Saúde.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!