Conforme Decreto do prefeito Bruno Covas (PSDB), publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira (16), o Hospital Municipal Bela Vista, no centro da cidade de São Paulo, passou a se chamar Santa Dulce dos Pobres. A instituição destinará 20 leitos ao atendimento de moradores de rua.

Nascida em Salvador, na Bahia, no dia 26 de maio de 1914, Maria Rita de Souza Brito Lopes, que dá o nome Santa Dulce ao Hospital Municipal Bela Vista, sempre demonstrou seu amor a Deus, preocupando-se com cidadãos menos favorecidos da sociedade brasileira.

Conhecida como o “Anjo Bom da Bahia”, Maria Rita morreu no dia 13 de março de 1992, aos 77 anos.

No dia 13 de outubro de 2019 foi canonizada pelo papa Francisco. É celebrada pela Igreja Católica, anualmente, no dia 13 de agosto.

Santa Dulce será parâmetro de serviços

Segundo o G1, com 118 leitos no Santa Dulce, o planejamento da prefeitura prevê 50 deles destinados a Unidades de Terapia Intensiva (UTI), 48 para o setor de enfermaria e 20 contemplando o atendimento aos moradores de rua. O hospital funciona desde o mês de abril, atendendo essencialmente pacientes da Covid-19.

Ainda segundo o G1, o prefeito Bruno Covas prevê que esta unidade funcione como parâmetro no município. Ele anunciou ainda que o atendimento aos habitantes de rua com problemas respiratórios e de saúde mental começará nos próximos dias.

O secretário municipal de saúde, Edson Aparecido, explicou que as instalações previam um total de 124 leitos, mas em algumas áreas foram organizados locais para coleta de exames, que são processados na localidade, agilizando o serviço médico.

Homenagem

Em 2019, a Prefeitura de São Paulo detectou que o contingente de população de rua na região central da cidade abrange 24 mil pessoas.

Já a inauguração desta Unidade Hospitalar ocorreu no último dia 18 de abril.

Sobre o decreto modificando o nome de Hospital Bela Vista para Santa Dulce dos Pobres, o prefeito Bruno Covas explicou que o objetivo foi prestar homenagem à Santa Dulce, que dedicou grande parte de sua vida ao cuidado de pessoas socialmente menos favorecidas, principalmente na cidade de Salvador.

Bênção de Dom Odilo

Além do prefeito Bruno Covas e do secretário de Saúde Edson Aparecido, as instalações foram visitadas também pelo cardeal arcebispo da região metropolitana de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, que procedeu a uma bênção na estrutura social que agora recebe o nome de Santa Dulce.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!