O Instagram, uma das redes sociais mais mais utilizadas no mundo todo, se envolveu em uma polêmica recentemente, após remover uma foto do servidor público carioca Rafael Lugão beijando seu namorado.

De acordo com Rafael, após constatar que a publicação alcançava quase mil curtidas, a imagem foi retirada do ar sob a justificativa de que esse tipo de publicação iria contra as "Diretrizes da Comunidade".

Foto no Instagram gera polêmica

A inocente imagem foi publicada no sábado (29) e foi retirada do ar no mesmo dia. Segundo Rafael Lugão, após perceber que a postagem havia viralizado na rede, ele começou a receber uma série de ataques homofóbicos em seus comentários.

Lugão contou ao site Tilt, do portal UOL, que, inicialmente, recebeu muitas mensagens de apoio e carinho de amigos, porém, por ter um perfil aberto, os comentários homofóbicos, com insultos e emojis de vômito, vindos de pessoas que ele nem conhecia, começaram a surgir em sua página no Instagram.

O servidor público ressalta que pretendia denunciar a plataforma sobre os diversos comentários de conteúdo homofóbico que recebeu, no entanto, isso não foi possível, porque ele havia perdido o acesso a todas as mensagens quando a imagem foi retirada do ar.

Decepção

O usuário sente que foi silenciado e declarou que nunca expôs seu Relacionamento, sendo essa a primeira vez que postava uma foto no feed beijando seu namorado na boca.

Ele afirmou ainda que ficou muito decepcionado com os ataques homofóbicos e ofensas que recebeu. "Expressar meu amor motiva os homofóbicos a ofenderem o meu perfil pessoal", desabafou Rafael.

Resposta do Instagram

A Tilt questionou essa atitude da plataforma e, em resposta, o Instagram admitiu que errou.

Em nota, o Instagram afirma que não tolera nenhum tipo de discriminação e que cometeu um erro ao remover a publicação.

O Instagram também ressaltou que a comunidade é "global e diversa". Disse ainda que a intenção é de proporcionar a liberdade de expressão para seus usuários e que o conteúdo removido já foi restaurado.

Instagram é acusado de homofobia

Para Rafael Lugão, o Instagram foi homofóbico. Ele usou sua conta no Twitter para desabafar e expor todo o seu caso e explicou também que só depois que começaram a surgir os comentários homofóbicos em sua publicação a imagem foi removida.

O usuário imagina que as pessoas começaram a denunciar a foto e que o Instagram acatou todas as denúncias a ponto de remover a imagem. Ele declarou também que não se trata apenas de uma foto, mas sim da atitude que demonstra uma tentativa absurda de calar as minorias.

Lugão também relatou que depois do que aconteceu a ele, muitas outras pessoas comentaram que passaram por situações bem parecidas e prestaram solidariedade, enviando mensagens de carinho e apoio.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!