Neste sábado (21), uma criança de um ano e quatro meses foi atingida por um tiro após discussão de vizinho e um outro homem em Jataízinho, no norte do estado do Paraná.

A menina não tem nenhum parentesco com os envolvidos na discussão e é vizinha de um dos envolvidos. No momento do disparo ela estava no portão, do lado de dentro da sua casa.

Um dos envolvidos na discussão, de 29 anos e que é vizinho da criança baleada, também foi atingido por disparos, sendo socorrido ao Hospital Evangélico de Londrina.

A menina baleada, por sua vez, precisou ser socorrida por um helicóptero e foi levada ao Hospital Infantil também localizado em Londrina.

A discussão

Conforme relata a esposa do homem baleado, os dois homens começaram a discutir e o suspeito de ter realizado os disparos ameaçou seu marido dizendo que voltaria armado e saiu do local. Algum tempo depois ele retornou acompanhado de outra pessoa de moto e efetuou os disparou que atingiu a menina e o homem, logrando fuga logo em seguida.

A moto utilizada no crime foi encontrada no acostamento de uma estrada próximo à cidade vizinha Ibiporã pela Polícia Militar. Até as 19 horas deste sábado, os suspeitos ainda não haviam sido encontrados. Está sendo empregado um helicóptero na procura dos suspeitos, que fugiram em direção de uma mata.

Até às 21 horas deste sábado não havia informações sobre o estado da saúde da criança e do homem baleado.

Caso semelhante na semana anterior

Na noite do último domingo (15), uma menina de 11 anos morreu após ser baleada por um desconhecido em sua casa, onde estava com familiares em Londrina, também no Paraná.

Dois motociclistas começaram uma discussão na rua quando um deles sacou uma arma e começou a atirar contra o outro indivíduo.

Durante o tiroteio, o homem que era perseguido pelo atirador avistou a casa da menina com o portão aberto e adentrou na residência com o intuito de se esconder do atirador. No entanto, o atirador não desistiu de lograr êxito no crime e começou a efetuar disparos em direção à casa da menina, sendo que um deles veio lhe atingir na barriga.

A menina chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento.

O motivo da briga

O homem que se escondeu na casa da menina foi conduzido pela Polícia até à delegacia para prestar depoimento sobre qual era o real motivo da briga e acabou sendo detido por estar de posse de uma moto, produto de roubo.

Segundo a Polícia Militar, o homem alvo dos disparos havia uma dívida não paga de um veículo e por conta disso o atirador tentou matar o devedor. Todavia, o devedor de vítima passou a ser suspeito de crime uma vez que estava em posse de uma motocicleta roubada.

O autor do disparo que matou a menina já foi identificado e é procurado pela polícia.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!