Uma faca e uma enxada foram usadas por um homem para tirar a vida dos próprios pais em Acarape, localizada na região do Maciço de Baturité, a cerca de 62 quilômetros de Fortaleza, na manhã desta quarta-feira (18).

De acordo com informações passadas pelo delegado do município de Redenção, Cleidsom Pereira Fernandes, o crime aconteceu na casa onde os pais do suspeito moravam, localizada no Bairro Marrecos. Rafael Silva Freitas, de 33 anos, logo foi apontado como principal suspeito do assassinato da mãe, Maria Silva de Freitas, de 55 anos, e do pai, Ubiraci lima de Freitas, de 54.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o suspeito tirou a vida dos pais enquanto os dois estavam dormindo.

No local do crime, militares chegaram a ser informados que Rafael assassinou a mãe e o pai após descobrir que o casal pretendia interná-lo em uma clínica para tratar seu vício em drogas ilícitas. Segundo informações passadas ao G1 por um vizinho, o suspeito estava devendo dinheiro para traficantes que atuam na região.

Vizinhos ouviram os gritos do casal

De acordo com João Bosco, vizinho do casal assassinado, o crime ocorreu por volta das 6h desta última quarta-feira. Ainda segundo ele, foi possível ouvir gritos vindos da casa do casal. João contou ao G1 ter acordado “escutando gritos dos vizinhos”, isso explicando que sua casa faz fundo com a casa dos pais de Rafael. Neste momento, o vizinho conta ter saído à rua para ver o que havia acontecido e, chegando próximo à casa dos vizinhos, se deparou com a filha do casal “com as mãos cheias de sangue” afirmando que os pais haviam morrido.

Os corpos foram localizados na sala e na cozinha da residência. O pai do suspeito, Ubiraci, foi atingido por diversos golpes de enxada na região na cabeça e facadas na garganta. Já Maria foi encontrada com golpes de faca na região da barriga.

Ainda segundo João Bosco, um cunhado do suspeito, com a ajuda de alguns vizinhos, amarraram Rafael no local do crime até a chegada da polícia.

Rafael foi detido pelos policiais e encaminhado para uma unidade hospitalar de Redenção, município vizinho ao local do crime. Depois de receber atendimento médico, o suspeito foi levado para a Delegacia Municipal de Redenção, onde foi atuado em flagrando por homicídio doloso (quando há a intenção de matar).

Vizinho relata dividas de drogas

Segundo Bosco, Rafael era usuário de drogas e queria fazer com que seus pais pagassem uma dívida sua. Bosco conta que o suspeito estava devendo cerca de R$ 6 mil para traficantes e pretendia fazer os pais pagarem esta dívida, no entanto, como eles se recusaram, “foram mortos”.

O casal era evangélico e trabalhavam em uma empresa de tintas. Já o suspeito não tinha nenhum trabalho fixo. Além disso, Rafael também já havia sido internado em uma clínica de reabilitação anteriormente, onde chegou a permanecer por um ano, mas deixou o local há pouco tempo.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!