Todo cuidado é pouco com as crianças pequenas, que por não terem noção do perigo podem entrar em contato com objetos, lugares ou mesmo alimentos perigosos para sua integridade física. O caso de uma criança de apenas dois anos que morreu após comer uma bala comoveu uma cidade de Mato Grosso.

Menino se engasga com bala de goma e morre

O caso do menino que se engasgou e não resistiu, indo a óbito, foi registrado na noite de terça-feira (17), na cidade de Campo Novo de Parecis, no Distrito de Itamarati, a 397 quilômetros de Cuiabá.

De acordo com as informações que foram repassadas pelos familiares aos policiais que registraram o boletim da morte do menino, o pequeno Lucas Emanuel Carvalho dos Santos estava sob os cuidados dos tios no momento em que ocorreu o acidente.

Os pais do menino deixaram-no aos cuidados dos parentes enquanto participavam de um culto em uma igreja.

A tia da criança, que estava cuidando do jovem, deu uma bala de goma para o menino comer. A bala é mais conhecida como jujuba e, segundo as informações, após o menino começar a comer a jujuba, ele começou a sentir falta de ar, por estar engasgado com o doce.

Menino foi atendido, mas faleceu

Desesperados com a situação, os tios do menino levara-no até a igreja onde os pais do jovem estavam, e frequentadores da igreja fizeram de tudo para reanimar a criança. Próximo ao local tinha uma enfermeira que também ajudou a prestar os primeiros socorros a Lucas, até que o socorro chegasse.

O menino foi levado até uma unidade de saúde do município, onde foi atendido, mas ele teria sofrido uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Muitos amigos e familiares usaram as redes sociais para lamentar a morte do menino e para prestar as últimas homenagens ao mesmo.

Criança morre ao engasgar com uva

No último dia 27 de outubro, foi constada a morte do pequeno Gabriel Magalhães de Souza, de apenas 1 ano de idade. O menino passou 17 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), após se engasgar com uma uva.

A criança estava na casa do avô, junto com seu pai, quando engasgou ao comer a fruta. Ele foi socorrido ao hospital mais próximo, mas sofreu convulsões e parada cardíaca, ficando em estado grave por dias na UTI. Na ocasião, a mãe de Gabriel, que estava trabalhando no momento do acidente, contou que eles estavam inserindo alimentos mais sólidos na alimentação do filho e que ele já tinha comido uva.

Ela contou que no dia do acidente, outras crianças estavam na casa da família e teriam dado a fruta para o filho em um momento de distração.

Vale lembrar que não somente crianças correm risco com alimentos. O campeão baiano de jiu-jitsu Aldo Kemps de Oliveira, de 41 anos, faleceu no dia 2 de novembro após se engasgar com um pedaço de carne. O esportista estava almoçando com a filha de 9 anos quando engasgou e, mesmo sendo socorrido para uma unidade de saúde, não resistiu e morreu.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!