A Alemanha foi "forçada" a se manifestar em relação ao cenário político "confuso" que o Brasil está vivendo. Por um lado temos uma presidente afastada dizendo que há um "golpe' no país e divulgando essa revolta em váriosmeios de comunicação do exterior. Do outro lado temos o governo de Michel Temer, que está tentando abafar e solucionar a crise que o país está vivendo, com a alta do desemprego, inflação acelerada e economia em recessão.

Diante desses fatos, o porta-voz do Ministério do Exteriorda Alemanha, Martin Schafer, declarou que a Alemanha tem o Brasil como o maior parceiro da América Latina e ressaltou que irá trabalhar junto com Michel Temer.

Schafer disse que a Alemanha não se deixa levar por "jogos de palavra", se referindo a palavra "golpe" que Dilma Rousseff está propagando pelo mundo, sem ter uma base legal.

Dilma terá que se explicar no Supremo Tribunal Federal, em até dez dias, a respeito desse termo que ela está utilizando. A presidente petista relata que ela foi afastada injustamente, pois o que ocorreu, em sua versão, foi apenas um atraso de pagamento ao Banco do Brasil e isso não caracteriza crime de responsabilidade.

Processo legal

De acordo com o embaixador interino dos EUA, Michael Fitzpatrick, o que está acontecendo no Brasil tem base em um processo legal e que respeita Constituição e a democracia.

Obama, presidente americano, não telefonou para Michel Temer, pois quer aguardar a finalização do julgamento de Dilma no Senado. Argentina e Paraguai também reafirmaram apoio ao Brasil com o governo de Temer. Já Venezuela e outros governos de esquerda estão contra o impeachment e reiteram a posição de que está ocorrendo "golpe de Estado" no Brasil.

Embaixador

José Luiz Machado e Costa,embaixador do Brasil na entidade OEA (Organização dos Estados Americanos), ficou contente com a posição dos estados Unidos.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades Michel Temer

Segundo Costa, isso é altamente positivo para o país, pois os Estados Unidos é o principal ator no cenário internacional e o apoio americano ao Brasil favorece respeito de todo o mundo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo