2

A Adasa (Agência Reguladora de Águas do Distrito Federal) liberou uma portaria em que autoriza a Caesb ( Companhia de Saneamento do DF) a ampliar de 24 para 48 horas o racionamento de água na cidades. Embora já tenha um plano estruturado para colocar em prática, a Caesb ainda não tem uma data para que a mudança ocorra.

Devido à falta de chuvas, o Distrito Federal enfrenta a maior crise hídrica já vista e preocupa a população. A pouca chuva desde o início do mês não foi suficiente para aumentar os níveis de água dos reservatórios, que seguem operando bem abaixo dos níveis previstos para a época.

As barragens do Descoberto e de Santa Maria, apresentaram, nesta quinta-feira (19), níveis de 10,5% da capacidade e 25,2% do volume útil, respectivamente.

A medição é feita diariamente.

Desperdício

Mesmo com a grande campanha de conscientização contra o desperdício de água que vem sendo veiculada todos os dias, ainda é muito comum ver pessoas lavando a calçada de casa, por exemplo, sem se preocuparem com a crise hídrica. Não só o Distrito Federal, mas outras grandes capitais também enfrentam problemas com a falta de água, algumas há mais tempo.

A água é muito importante para o dia-a-dia em qualquer ambiente. Nas casas é comum ocorrerem pequenos vazamentos, que geram desperdício; as lavagens de carros também são fatores que agravam a situação. Além disso, grandes empresas também geram um consumo significativo. Por isso, é importante que cada pessoa se responsabilize pelo consumo consciente e que haja fiscalização dos órgãos governamentais para impedir o desperdício.

Os melhores vídeos do dia

Além de todos os transtornos de ficar um dia inteiro sem água e também afetar a produção de energia elétrica, em pouco tempo os alimentos básicos serão prejudicados. O país como um todo sentirá os efeitos da seca.

Uso consciente da água e formas de economizar

Depois de 10 meses de rodízio de água no Distrito Federal, grande parte da população ainda não visualizou quão grave é a falta de água e como atitudes simples podem fazer uma grande diferença, como por exemplo:

  • Fechar bem as torneiras e chuveiros;
  • Utilizar água apenas em situações realmente necessárias;
  • Reutilizar a água;
  • Aproveitar as poucas chuvas para armazenar água;
  • Evitar lavar o carro e a calçada;
  • Tomar banhos rápidos.

Sabe-se que apenas 3% da água do planeta é boa para o consumo, e também que é um recurso que pode se esgotar. É necessário que o mundo se conscientize da importância de evitar desperdícios, pois, mesmo passando o período de estiagem, ainda assim existem regiões que são afetadas com frequência.

Cuidar do meio ambiente é uma responsabilidade de todos e cabe a todo cidadão fazer sua parte.