A linha de motocicletas Triumph 2016 foi apresentada oficialmente hoje, mas desde ontem no ExCel London, na Inglaterra, os representantes da marca de todo o mundo ficaram conhecendo os novos modelos, versões e mudanças, que só chegarão as revendas – inclusive no Brasil, em 2016, com a sua produção na fábrica da Triumph da Tailândia.

Na mesma semana, jornalistas de diversas partes foram convidados a conhecer os modelos em primeira mão.

São cinco novos modelos que foram desenvolvidos no decorrer de quatro anos. Na linha 2016 tudo é novo. Trata-se de uma releitura do "clássico moderno", tão em voga no Mundo, a exemplo das linhas BMW, Ducati e Harley-Davidson, marcas mais conhecidas, que deram o pontapé inicial nessa direção nos últimos anos.

Com tecnologia atualizada, nas Bonneville - ícone da marca, há a preocupação em se manter fiel ao estilo clássico renascido há cerca de 15 anos. 

Os novos modelos são compostos pelas: Street Twin – versão bicilíndrico gêmeos de 900 cc, 8,2 Kgf.m a 3.200 rpm, Bonneville T120 e T120 Black – bicilíndrico gêmeos de 1200 cc, high torque, 8 válvulas, 10,7 Kgf.m a 3.100 rpm, Thruxton e a Thruxton R – bicilíndrico gêmeos de 1200 cc, high torque 8 válvulas, 12,2 Kgf.m a 4.950 rpm, Scrambler, 865 cc, 8 válvulas, 6,9 Kgf.m a 4.750 rpm.

Todos os modelos adotam configurações de chassis, motor, acelerador eletrônico, freios ABS, controle de tração, além de diferentes configurações de acordo com o modelo e versão. Os propulsores também apresentam configurações diferentes e agora tem refrigeração líquida.

Alinhada com a atual realidade das marcas do segmento que a Triumph concorre, a marca irá a partir de agora investir ainda mais na linha de acessórios e componentes, além de kits originais para a conversão em Cafe Racer, Scrambler e, inclusive, Race Performance desenvolvido para competições.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Negócios

Com esse reposicionamento, a Triumph conquista maior competitividade entre as marcas rivais, e as mudanças mecânicas permitem melhor adequação as fases dos programas de controle de emissões de gases poluentes no meio ambiente, em diversas etapas e continentes.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo