A Airbus, maior fabricante de aviões comerciais do mundo, anunciou, nesta segunda-feira-feira (15), em Toulouse, na França, que iniciará até o final deste ano testes com protótipos de táxis aéreos autônomos para serem usados nas grandes cidades. A proposta é que as pequenas aeronaves sejam uma alternativa para fugir dos congestionamentos nas metrópoles.

A Airbus A3, divisão de inovação da empresa instalada no Vale do Silício, na Califórnia (Estados Unidos), criou a unidade chamada de "Urban Air Mobility” (“Mobilidade Urbana Aérea”, em tradução livre) para o desenvolvimento do projeto. A previsão é que a primeira frota comercial entre em operação em 2021.

O serviço

O novo serviço, batizado como Vahana, funcionará como os de carona remunerada atualmente existente usando carro, como o Uber. O cliente usará um aplicativo no smartphone para agendar o voo. O CEO da Airbus, Tom Enders, disse que os primeiros protótipos do táxi voador já estão sendo fabricados para o início dos testes.

O projeto prevê a produção de pequenas aeronaves com oito hélices, com quatro rotores sendo móveis para permitir pousos e decolagens na vertical.

Um ponto importante no projeto é que os táxis aéreos sejam elétricos para reduzir o impacto sobre o meio ambiente, disse o CEO. Outro é que sejam autônomos, dispensem a necessidade de piloto.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tecnologia

Leia também:

º Acciona é o 1º carro elétrico da história a completar o Rally Dakar. Veja o vídeo

º Faraday FF91 é o novo carro elétrico mais rápido do que Lamborghini Aventador

º Fenris promete superbike elétrica que chega aos 300 km/h

º Videogame torna o motorista melhor na vida real, diz estudo

º Volkswagen Kombi volta como uma futurista van elétrica autônoma

Desafio

Os esboços divulgados pela Airbus mostram aeronave para um passageiro. A proposta é que elas não sejam usadas apenas para o transporte de pessoas, mas também para o de produtos.

A gigante da avião não deu detalhes sobre a Tecnologia que pretende usar para produzir aeronaves autônomas.

Um dos maiores desafios para a criação do serviço, de acordo com a Airbus, é a garantia de voos sem acidentes. A empresa diz que está trabalhando para superar essa barreira o mais rápido possível.

Assista ao vídeo do Lucid Air, novo carro elétrico que terá 1.013 cc (clique aqui para ler a reportagem)

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo