Seja em uma reunião de família ou amigos, a boa e velha Cerveja marca presença como uma das bebidas mais consumidas do mundo.

Evidências indicam que seu surgimento ocorreu acidentalmente, após a descoberta da fermentação utilizada para fabricação de pães e bolos, com isso, as primeiras cervejarias surgiram na antiga mesopotâmia, devido ao alto cultivo de cevada. Ambas as descobertas contribuíram para que os romanos levassem a bebida pelo mundo, tornando-a popular.

Pesquisas realizadas em diversas partes do mundo, comprovaram que o consumo moderado de cerveja pode trazer benefícios à saúde, como combate à insônia, prevenção de doenças cardiovasculares, fortalecimento dos ossos, dentre outros.

Aprenda sobre a produção e algumas harmonizações gastronômicas de diferentes cervejas, para uma melhor apreciação gustativa.

Fabricação

Malte, lúpulo, água e leveduras são a base principal de todas as cervejas.

O malte é resultado da dissecação de grãos germinados, no caso da cerveja especificamente, usa-se os de cevada, podendo ser complementados com os grãos de trigo ou centeio, dependendo de como se deseja fabricá-la. Após a fervura do malte em água quente, obtêm-se uma mistura açucarada denominada mosto, na qual será adicionada lúpulo para conferir amargor e as leveduras para a fermentação, convertendo os açúcares em álcool e dióxido de carbono.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Culinária

Fatores como temperatura e os métodos de produção, que se diferenciam entre os diversos cervejeiros, determinarão o sabor final, que podem até contar com ingredientes adicionais, fazendo da criação de cervejas uma verdadeira arte criativa, e isso inclui a possibilidade de ser produzida em casa. A bebida é categorizada de acordo com o grau de fermentação:

Cervejas Lager

Essas possuem baixa fermentação, dentre elas:

Pilsen: Amargor equilibrado e excelente acompanhamento para aves e frutos do mar.

American Lager: Seu sabor leve, refrescante e pouco amargo torna-se excelente para petiscos variados.

Bock: Cerveja de aromas marcantes e produzida com malte torrado, evidenciado por sua coloração mais escurecida. É uma ótima opção para um churrasco.

Pale Lager: Suave, refrescante e altamente gaseificada. Combina bem com queijos, frango e aromas de limão.

Cervejas Ale

Caracterizadas por serem encorpadas e altamente fermentadas, alguns exemplos de ale:

Pale Ale: Possui um sabor mais frutado e de médio amargor.

Pode ser combinada com sabores picantes e defumados.

India Pale Ale: Sabor mais amargo devido a maior quantidade de lúpulo, harmoniza com queijos amarelados e hambúrgueres.

Weissbier: Esta é uma cerveja produzida com o malte de trigo junto ao de cevada, vale a pena experimentá-la com carnes suínas e sabores da Culinária japonesa.

Stout: Produzida com aromas de café e chocolate, dentre suas várias possibilidades está a harmonização com sobremesas que levam este último ingrediente, e também com pratos condimentados como ostras e grelhados.

Além destas opções, existe um universo de estilos e combinações variadas para experimentar, escolha a que mais agradar e, saúde!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo