Nesta segunda-feira, 28,chegou a notícia divulgada pela Nasa, que todos esperavam há muito tempo, de que existe água em Marte. Como a água é uma condição essencial para a vida, os cientistas planetários, como são chamados na Nasa, não descartam a possibilidade da existência de ecossistemas no planeta vermelho, talvez de micróbios, mas, mesmo assim, de seres vivos.

Segundo a Nasa, as manchas escuras que descem pelas elevações na cratera de Hale, formando "linhas recorrentes nas montanhas", ou RSL (Recurring 'Linae' on Slope), de 110 m por 50 m, aproximadamente, são rios sazonais, que permanecem líquidos, mesmo nas temperaturas de 20 graus Celsius negativos do verão marciano.

Isto acontece porque a água tem um aspecto lamacento e não cristalino e é muito salgada. Essa água talvez indique a presença de rios e oceanos no passado do planeta vizinho.

Como está previsto que daqui a vinte ou trinta anos Marte seja colonizado pela Terra, a presença de água no planeta facilitará a vida de quem for para lá. Tudo indica que essa água, cuja origem ainda é desconhecida, pode vir a se tornar potável.

Atualmente, a jornada até Marte é de seis meses, o que é considerado pouco. Marte, afinal, está cada vez mais perto da Terra, o que nos leva a pensar que o seu atual aspecto árido deve servir de alerta para que não deixemos que isso aconteça com o nosso planeta.Cientistas da Nasa descobrem água de rios em Marte

As imagens obtidas pela Nasa, produzidas por um computador 3D, foram feitas com o Espectrômetro de Reconhecimento Compacto de Imagem e a câmera do HiRise (High Resolution Imaging Science Experiment) no projeto da órbita de reconhecimento de Marte (Mars Reconnaissance Orbiter Project), experimento criado pelo Laboratório de Propulsão de Jato da Nasa e operado pela Universidade do Arizona, em Tucson, uma divisão do California Institute of Technology, em Pasadena.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Ainda segundo a Nasa, outras pesquisas revelaram a presença de RLS recentemente. Primeiro, foi na cratera Horowitz, em outubro de 2007, depois, na cratera Garni, em março de 2013.Todas essas imagens indicavam a possibilidade de água, mas só agorafoi confirmada a sua existência.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo