Muitos programas de desintoxicação do corpo banem de vez a carne. Mas isso não é necessário. É possível emagrecer apenas limitando as vezes que a proteína é ingerida, sem precisar entrar numa dieta totalmente vegetariana. Mas essa Dieta também serve como um primeiro passo para quem querer entrar no mundo vegetariano aos poucos. Seu nome é "dieta flex" pois seu menu é flexível. Dois dias da semana a proteína animal pode ser consumida. Nos demais cinco dias da semana, deve-se ingerir apenas alimentos de origem vegetal.

A dieta serve para acostumar o corpo a viver sem carnes, incluindo o peixe e o frango, e eliminar o desejo por essas comidas. Ela também desintoxica e ajuda a emagrecer os quilinhos extras de maneira mais simples e sem esforço. Em média, a dieta flex permite emagrecer 4 quilos em um menos, mas esse número pode ser ainda maior.

O grande segredo é evitar a carência no corpo de proteína, já que ela é indispensável para nossos músculos. Nos dias sem proteína animal, o segredo é combinar diversos grãos nas refeições, assim como aumentar a quantidade de legumes e folhas.

As informações foram dadas por Daw Jackson Blatner, americana autora do livro best-seller The Flexitarian Diet, que pode ser traduzido como Dieta Vegetariana Flexível, sem lançamento no Brasil.

De acordo com ela, diminuir a quantidade de carne faz com que o organismo produza menos radicais livres. Os radicais livres inflamam as células e dificultam o processo de emagrecimento. Mas os benefícios vão além desse, já que a dieta flex também diminui os riscos de câncer, diabetes e doenças cardiovasculares, além de dar mais energia para o dia a dia.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Dieta

De acordo com Blatner, quem aderiu à dieta flex pesa 15% menos do que quem consome carne normalmente.

E as opções saborosas e sem carne para seguir com a dieta são diversas. No almoço, salada de folhas verdes com batata doce, legumes, grão de bico, feijão, quinoa e nhoque de mandioquinha são apenas algumas das opções.No café da manhã, vale abusar dos sucos desintoxicantes e tapiocas (ou crepiocas). No jantar, das sopas leves e nutritivas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo