Amamentar o bebê nos primeiros dois anos de vida é de suma importância para o desenvolvimento e o crescimento sadio do bebê e traz  também grandes benefícios para a mãe.  Até sexto  mês de idade, o leite materno deve ser exclusivo, recomenda o ministério da saúde e a Organização da Saúde Mundial (OMS).

O leite materno oferece proteínas importantes para o bebê, que o leite artificial não oferece, contém células de defesa, glóbulos vermelhos e glóbulos brancos,  que protegem o bebê de certas doenças e infecções.

Publicidade
Publicidade

Benefícios para o bebê

  • Melhora o desenvolvimento mental da criança;
  • Cria grande vínculo afetivo entre a mãe e a criança;
  • Melhora a formação da boca e o alinhamento dos dentes;
  • Protege contra doenças na fase criança e adulta; obesidade, diabetes e menor risco dedesenvolver linfomas (uma forma de câncer que se origina nos gânglios);
  • Protege contra doenças como: otites, alergias, vômitos, diarreia, pneumonias e meningites.

 Benefícios para a mãe

  • Deixa a mãe menos ansiosa;
  • Ajuda a queimar calorias;
  • Ajuda o útero a voltar ao seu tamanho normal mais rápido;
  • Protege contra algumas doenças; osteoporose, cancro de mama, cancro de ovário e anemia.

Lei 11.265, publicada em 2006, aguardava essa regulamentação.

Para incentivar o aleitamento materno, a presidente Dilma Rousseff, assinou no dia 03/11/2015 uma lei regulamenta a comercialização e a propaganda de leites artificiais, papinhas industrializadas, mamadeira e  chupetas para bebês menores de 3 anos.

A lei também estabelece regras especificas para a comercialização dos produtos; os fabricantes  deverão especificar nas embalagens a idade adequada da criança para fazer o uso do produto e alertar os consumidores sobre a importância do aleitamento materno.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Maternidade

Está proibido em comércios e veículos de comunicação a aplicação de descontos, doações, brindes,  propagandas e  informações gráficas infantis, nas embalagens dos  alimentos industrializados para bebês.

Essa lei tem o apoio de médicos e mães, já que o aleitamento materno é o primeiro alimento que imuniza os bebês de diversas doenças, além de ser um alimento perfeito e nutritivo para a criança.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo