Deixe a camisinha entrar na festaé o slogan da Campanha de Combate à AIDS/DSTdo Ministério da Saúde para o Carnaval 2016, que traz como personagem o 'Homem Camisinha', que já confirmou presença nas principais festas do país. Os números de casos de infecção pelo vírus HIV tem caído durante a última década e nesse período do feriado de Carnaval o Ministério da Saúde intensifica a distribuição dos preservativos.

Com um personagem carismático e divertido, o Ministério da Saúde pretende distribuir 5 milhões de camisinhas nas principais cidades do país - onde é maior o número de foliões - através de ações em blocos carnavalescos e com pontos de distribuição. O que mais preocupou as autoridades da saúde este ano foi o aumento do número de pessoas que contraíram a doença no ano passado, 72 mil pessoas passaram a receber os coquetéis antiaids.

Apesar de em 2014 o número de infectados ter diminuído mais 5,5% em relação ao ano anterior, e da queda significativa do número de casos na última década ser uma conquista para o Brasil.

“Precisamos sempre lembrar das estratégias de prevenção combinada. Com a camisinha nas relações sexuais, mas também com alternativas como a PEP”, declarou o diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Fábio Mesquita.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Carnaval

Dessa forma, o Ministério da Saúde também disponibilizará, no pós-carnaval, os medicamentos que formam o chamado PEP (Profilaxia Pós-Exposição) e evitam a proliferação do vírus no organismo. E também incentivará os testes de HIV em todo o país.

Ademais, os medicamentos da Profilaxia Pós-Exposição estarão disponíveis nos postos de saúde a partir da quarta-feira de cinzas, dia 10, onde as pessoas poderão receber todas as informações necessárias a respeito deste tratamento de emergência.A distribuição de camisinhas nos postos de saúde é contínua, não só durante o carnaval, basta você levar a sua carteira de identidade para receber os preservativos totalmente de graça.

Não há desculpas para não usar camisinha, afinal,a festa não acaba depois do Carnaval.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo