O colesterol é produzido pelo fígado através do consumo de alimentos ricos em gordura, etransportado no sangue por moléculas que se chamam lipoproteínas.As lipoproteínas podem ser classificadas como de baixa densidade (LDL), “colesterol mau”, quepode causardoenças arteriais; de alta densidade (HDL), “colesterol bom”, que evita doenças arteriais; etriglicerídeos, que podem contribuir para o aumentode peso.

Quando uma pessoa está com algunsquilinhos a mais,é comum que o LDLesteja com taxas elevadas.

Porém, não só os gordinhos sofrem com as taxas de colesterol, então aproveite nossas dicas e comece hoje mesmo a consumir chás que farão bem à sua saúde.

Mas lembre-se, só o consumo dos chás não trará benefício, é necessário uma Dietacom pouca ingestão de gordura e colesterol, o que significa manter o consumo de gordura total (saturada, polinsaturada, monoinsaturada) abaixo de 300 mgpor dia.

Chás para ajudar no controle do colesterol

1. Chá verde

Rico em flavonoides, tem propriedade desintoxicante e antioxidante.

Seu consumo é mais indicado logo após as refeições, pois além de ajudar na digestão, ajuda na eliminação de gorduras e no aumento do metabolismo.

2. Chá mate

A erva-mate temação antioxidante, diminui a absorção de gordura dos alimentos e impede a absorção do colesterol nointestino, resultando em uma diminuiçãodo colesterol ruim. Mas atenção: é a erva consumida verde, a do chimarrão.

3. Chá dente-de-leão

Esta erva ajuda a baixar os níveis de colesterol no sangue, evitando o depósito de gorduras nos vasos sanguíneos.

Pessoas comesofagite ou hérnia de hiato não devem consumir esta erva.

4. Chá de hibisco

É altamente diurético, promove o aumento de HDL e a diminuição de LDL.

5. Chá dealcaçuz

Feito de cerca de1,5 g de raiz de alcaçuz seca, ajuda a diminuir os níveis de LDL. Porém, só devem ser consumidas no máximo 20 g por dia, sob o risco de aumentar os níveis do hormônio aldosterona e ocasionar dores de cabeça, pressão arterial elevada e de coração.

Contra indicação

Embora sejam ervas populares entre os brasileiros, não é indicado consumir estas ervas durante à noite, pois são ricas em cafeína e podem fazer você perder o sono.

Pessoas que sofrem com problemas estomacais, ansiedade, nervosismo, insônia, hipertensão arterial, e mulheres que estejam amamentando ou gestantes, devem fazer consumo moderado devido à cafeína.

Não perca a nossa página no Facebook!