A diabetes é uma doença que aterroriza a muitos. É inclusive comum vermos pessoas magras com a doença, pois neste caso fatores genéticos podem estar relacionados com odesenvolvimento da mesma, mesmo o indivíduo não estando acima do peso.

ADiabetes tipo 1 é justamente a complicação provida de fatores genéticos. Já adiabetes tipo 2 é aquela desenvolvida a partir de uma má alimentação. No decorrer do tempo, os efeitos danosos vão aparecendo.Isso porque a doença pode afetar algumas funções do nosso corpo, contribuir com o surgimento de outras anomalias.

Entre as possíveis consequências dadiabetes, podemos citar a cegueira, complicações renais, perda da capacidade intelectual, que aliás, a longo prazo, pode acarretar no aparecimento do Alzheimer.

Como evitar a diabetes e pré-diabetes

Porconviver com uma restritividade enorme, o diabéticodeverá seguir regras válidas paratoda a vida, a partir do momento em que de fato a doença for constatada. Para evitar o aparecimento da enfermidade, o ideal é manter uma vida saudável.

O primordial é se alimentar bem, evitando o consumo excessivo de doces e massas, e priorizando as frutas, verduras e grãos. Tudo é permitido comer, porém o importante é saber mesclar, comendo o mínimo possível de alimentos improdutivos, priorizando sempre os bons.

A pré-diabetes é uma condição onde os níveis de glicose estão demasiadamente presentes no sangue. Isso significa que a insulina produzida no pâncreas já não está dando conta do recado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Saúde

Este estágio é basicamente um passaporte para adiabetes efetiva.

É possível reverter a situação, todavia o indivíduo deve restringir o consumo exacerbado de carboidratos. O motivo é simples. Esse nutriente transforma-se em glicose após ser ingerido, sendo assim umvilão e tanto para o organismo.

Também é recomendável a prática de exercícios físicos todos os dias. Se a pessoa estiver acima do peso, será necessário perder calorias, afinal de contas a gordura abdominal também é um fator de risco, podendo assim desencadear adiabetes tipo 2.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo