O recente aparecimento e surto de novas doenças trouxeram ao cenário médico um novo profissional. A busca por novos métodos de diagnóstico fez crescer a procura por profissionais Biomédicos.

A Profissão, por ser nova no cenário brasileiro, ainda sofre alguns preconceitos em relação a outras áreas, como por exemplo a Farmácia e a Medicina. Já podemos observar de perto a luta que o profissional Biomédico está enfrentando em alguma de suas áreas de atuação, como por exemplo na Citologia Oncótica.

Publicidade
Publicidade

Toda via, o profissional cada vez mais vem conquistando seu lugar.

Um dos campos mais valorizados hoje na área da saúde é o de inovação, e é nesse ponto de inovar que o Biomédico se encaixa. Ele procura por respostas, por tratamentos, por curas e principalmente por novas formas de fazer saúde. E é essa inovação que as empresas do ramo procuram e é por isso que a biomedicina cresce cada vez mais no Brasil.

Publicidade

Sobre a profissão

O que se faz? A Biomedicina oferece ao profissional uma gama de opções e especializações. São mais de 35 áreas, dentre as quais se destacam Análises Clínicas, Estética, Reprodução Humana, Perícia Criminal, entre outras.

A Biomedicina vem crescendo em todo o território brasileiro, um dos motivos para isso, além de um mercado de Trabalho promissor para a área, são as universidades que já oferecem o curso para seus acadêmicos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Vagas

Muitas destas universidades estão formando suas primeiras turmas de alunos devido a recente profissão.

Os recém-formados em Biomedicina costumam iniciar suas carreiras profissionais em laboratórios e hospitais, locais onde encontramos diversas funções e setores diferentes, o que ajudam os iniciantes a conhecerem e traçarem uma área para se especializar.

Segundo o site de recrutamento Wyser, o mercado da Biomedicina está carente de profissionais que unam conhecimentos de gerência, negócios e conhecimentos científicos.

Segundo a empresa, esses profissionais estão escassos no mercado mesmo com a alta valorização salarial para os cargos, uma boa área para os estudantes se especializarem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo