O envelhecimento do cérebro pode desencadear doenças como o Alzheimer e a depressão. Para minimizar os riscos e até evitar os problemas, existem algumas maneiras para manter o cérebro jovem, com o avanço da idade.

Entre as dicas estão: manter uma alimentação livre de frituras, fazer atividades físicas, buscar conhecimento, como ler ou fazer cursos, e dormir bem, pelo menos de 7 a 8 horas por noite. O idoso tem a mesma capacidade de aprender que uma pessoa mais jovem. Ele demora mais para absorver da mesma forma.

Por isso, o indicado é que continue exercitando o cérebro, lendo e aprendendo mais, mesmo depois de mais velho, para estimulá-lo.

O estresse é um causador de doenças cerebrais que afetam, principalmente, a memória. Além disso, há as drogas depressoras, desestimuladoras e perturbadoras, que afetam a memória e aceleram o envelhecimento do cérebro e ainda causam depressão, ansiedade, pânico e o próprio estresse.

Assim como todo o organismo, o cérebro e suas funções também envelhecem. Sabemos que 30% do envelhecimento são por conta de fatores genéticos e hereditários e os outros 70% vão depender do estilo de vida e de fatores ambientais.

Os cuidados que temos com doenças cardíacas, como ter boa alimentação, temos de ter com o cérebro para evitar, tardar e minimizar doenças como Alzheimer, depressão e demências. Um comportamento positivo e tentar não sofrer pelo passado, por exemplo, são atitudes que protegem o cérebro de doenças do envelhecimento.

O tratamento com a eletroestimulação transcraniana não invasiva, pode tratar doenças como depressão e ajudar na recuperação de lesões neurológicas, conhecidas como acidente vascular cerebral (AVC).

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Saúde

Para evitar o envelhecimento do cérebro, vejas as dicas:

1- Fazer atividades físicas, regularmente. Isso ajuda no desenvolvimento de habilidades, além de descansar a mente.

2 - Ter uma boa alimentação, evitando frituras, por exemplo. Reunir cinco cores de alimentos no prato, como legumes, verduras, proteínas e carboidratos, também ajuda.

3 - Estimular o cérebro com aprendizado e novos conhecimentos, com leitura e estudos. É preciso tentar aprender algo novo e se desafiar.

4 - Estimular situações de estresse, como as que trazem aflições desnecessárias no dia a dia.

5 - Não usar drogas psicotrópicas, como o álcool, maconha, cocaína etc.

6 - Dormir bem, com duração do sono de 7 a 8 horas por noite.

7 - Controlar a hipertensão, diminuindo o sal na alimentação.

8 – Não apenas pensar no futuro e nem sofrer pelo passado.

9 - Manter a tranquilidade e buscar ter uma vida em harmonia no trabalho, família e com os amigos.

10 - Optar por técnicas de relaxamento, como a meditação, e psicoterapias.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo