Quando o assunto é “prazer”, muitas pessoas ficam curiosas. Afinal, esse não é um assunto no qual muitos se sentem a vontade para conversar. Porém, ao longo dos anos, a sociedade tem quebrado esse “tabu”, e aos poucos vão falando sobre isso abertamente.

Alguns estudos científicos revelaram curiosidades a respeito do orgasmo que muitas pessoas não tinham conhecimento. Graças a esses estudos, alguns mitos foram quebrados!

Uma grande verdade é que o orgasmo provoca alívio e uma inquestionável sensação de bem-estar.

Conheça agora alguns mitos e verdades a respeito desse assunto:

Evitar

Esse mito foi solucionado pela pesquisadora Carmita Abdo, fundadora e coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da USP. Ela pesquisa o tema há 40 anos e afirmou que, na verdade, se você quiser evitar o orgasmo, e essa ação acontecer de forma voluntária, isso não lhe fará nenhum mal. Entretanto, a pesquisadora advertiu que tentar chegar ao orgasmo por várias vezes e não conseguir poderá fazer com que a pessoa fique ansiosa e acumule algum tipo de tensão, o que prejudicará anda mais o sucesso em alcançar o orgasmo.

Falso

Se tem algo difícil de fazer, é conseguir identificar se o seu parceiro ou parceria estão “fingindo” o orgasmo. Como, geralmente, os dois estão bem estimulados e empolgados com a situação, o orgasmo falso pode ser simulado facilmente sem que o outro perceba.

De acordo com a pesquisadora Carmita, se a parceira não estiver relaxada e tranquila depois de ter mantido relações íntimas, é por que ela não alcançou o orgasmo.

Exercícios físicos

Tem se espalhado por aí ao longo dos anos que as mulheres podem atingir o orgasmo durante a prática de exercícios físicos, acredite, isso não é um mito, é a mais pura realidade.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Saúde

Segundo a pesquisadora Carmita, essa ação se justifica devido ao estimulo de determinadas partes do corpo. Ela explicou que o contato com o corpo pode provocar sim o orgasmo, mesmo que a pessoa não esteja mantendo relações íntimas naquele momento.

Diferentes

A pesquisadora Carmita Abdo informou que o ato de “ejacular” é algo completamente diferente de ter um orgasmo. Embora, geralmente, essas duas coisas possam acontecer simultaneamente, um pode acontecer sem que o outro esteja ocorrendo. Ela explicou que os homens que não possuem próstata podem ter orgasmo sem ejacular.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo