Cai a noite e o sono não vem. Mal conseguiu dormir e já despertou! Pegar no sono de novo é uma dificuldade! Insônia é um distúrbio que acontece com frequência durante noites seguidas.

A pessoa não consegue dormir e já começa o dia extremamente cansada e até mal-humorada. Por conta do distúrbio, já nem tem forças para trabalhar ou estudar. Sente-se extremamente exausta. Com isso, tem sua qualidade de vida prejudicada.

Em algum momento da vida adulta, algumas pessoas apresentam insônia. Em alguns casos, ela chega a ser crônica. Nessa situação, tem a duração de tempo maior que o normal. Doenças e uso inadequado de certos medicamentos podem também ser causadores do distúrbio.

Impossível relaxar com o estresse, ansiedade e depressão

Grandes preocupações mantêm a mente em atividade no período da noite, especialmente na madrugada. O trabalho, saúde, estudo ou problemas familiares, impedem a pessoa de relaxar e pegar no sono. Casos de morte, doença na família, divórcio ou perdas também são causadores de grande estresse e impossibilitam que uma pessoa consiga dormir.

Até mesmo a preocupação em querer dormir, por precisar descansar, também pode gerar insônia. A ansiedade é constante e atrapalha muito na hora de dormir. Assim como transtornos graves de ansiedade e o transtorno de estresse pós-traumático também são um problema na hora de relaxar. Com tanta ansiedade, fica impossível uma noite inteira de sono.

A depressão é o mal do século e tem acometido pessoas de todas as idades e classes sociais.

Os melhores vídeos do dia

Uma pessoa deprimida pode dormir bem mais do que o tempo que está acostumada, ou então não dormir nada. É muito comum um indivíduo com depressão ter problemas de insônia.

Condições médicas

Dificuldade para respirar, necessidade de urinar com frequência e dor crônica podem levar uma pessoa a ter insônia. Condições que estão associadas:

  • Câncer [VIDEO]
  • AVC
  • Artrite
  • Distúrbios da tireoide
  • Doença pulmonar
  • Doença de Parkinson
  • Doença do refluxo gastroesofágico
  • Doença de Alzheimer
  • Insuficiência cardíaca

Quando a mudança de hábitos atrapalha o sono

Viagens e alteração do horário de trabalho provocam mudanças no ritmo do Corpo e do coração. Chama-se relógio biológico, dificultando para a pessoa pegar no sono. Dormir e acordar em diferentes horários diariamente acaba se tornando um mau hábito.

Locais muito iluminados, TV ligada ou luz acesa devem ser evitados na hora de dormir. Alguns medicamentos têm a capacidade de impedir uma pessoa de dormir, incluindo os antidepressivos, os remédios para hipertensão, corticosteroides e os estimulantes.

Os remédios que contém em sua fórmula a cafeína desencadeiam a insônia.

Deve ser evitado perto da hora de dormir algumas bebidas à base de cola, café, refrigerantes e chás, que são altamente estimulantes por possuírem cafeína. A nicotina é outro mal colaborador para o distúrbio. O álcool, embora relaxe no primeiro momento, pode funcionar como um despertador no meio da noite.

Como tudo que demais faz mal, evite encher a barriga antes de ir para a cama. Faça um lanche bem leve, de modo que se sinta confortável para deitar. No caso de problemas de azia e refluxo, o sono pode vir a ser prejudicado.

Em caso de insônia, busque ajuda médica

Se a insônia chegou ao ponto de prejudicar sua vida no trabalho e nos estudos, então, chegou a hora de procurar a ajuda de um médico. Um especialista pode encontrar a causa das horas perdidas de sono pela madrugada. Assim que ele tiver o diagnóstico, o paciente poderá ser tratado.