Muitas pessoas nem imaginam, mas existem algumas coisas que não devem ser feitas após as relações íntimas. Algumas atitudes que podem parecer simples, são capazes de provocar alguns problemas e prejudicar a saúde da mulher. Confira logo abaixo algumas coisas que não devem ser feitas após as relações.

Xixi após a relação íntima

Essa parece uma atitude inofensiva, porém, ela é capaz de prejudicar a saúde da mulher. Quem dá o alerta é o Obstetra Robert Lã. De acordo com o especialista, quando a mulher faz xixi após o coito, pode fazer com que a urina, ao encostar na vagina, acabe empurrando as bactérias para a bexiga. Se isso acontecer, a mulher poderá desenvolver infecções na bexiga.

O obstetra recomenda que a mulher espere pelo menos uma hora após a relação para ir ao banheiro urinar. Robert ainda fez questão de lembrar que após o coito há inchaço na região íntima da mulher e pequenas lesões na pele da vulva e isso poderá fazer com que o local se torne mais propenso a infecções. Por esse motivo, uma outra coisa que a mulher deve fazer depois do xixi é limpar o local da frente para trás e dessa forma evitar que o material fecal se propague para a região vaginal.

Higiene íntima

Outra coisa muito comum é que algumas mulheres sintam uma necessidade enorme de tomar um banho quente e usar sabão para fazer a higienização da região íntima depois de ter tido uma relação íntima, porém, essa atitude é totalmente desnecessária. De acordo com Lã, quando produtos de limpezas são usados para fazer a higienização após o coito eles podem acabar reagindo de forma diferente.

Muitas vezes, usar sabão para fazer a higiene pode provocar secura e irritação vaginal. Por esse motivo, o obstetra recomenda que as mulheres usem apenas água para enxaguar a região íntima na hora do banho. O profissional fez questão de lembrar que o órgão íntimo da mulher é ‘auto-limpante’ e disse que precisa ser tratado com muita delicadeza e carinho.

Uso de lingerie

É comum que após aquela noite de amor com o seu parceiro a mulher deseje usar uma lingerie sexy. Entretanto, Leslie E. F. Page em entrevista ao site da revista “Women’s Health”, ressaltou que a pele da mulher tende a ficar úmida e quente por causa das secreções vaginais, transpiração e o sêmen. Por esse motivo, a pele precisa ‘respirar’. Ela aconselhou que a lingerie usada seja uma que tenha sido fabricada com algodão. De acordo com a especialista o uso de peças fabricadas por materiais sintéticos é desaconselhável.