Foi publicado um estudo na revista científica International Journal of Impotence Research que pretende demonstrar quais são as posições sexuais mais Perigosas para o homem. O estudo se chama ‘’Relação entre a posição sexual e a gravidade da fratura do pênis’’ e foi realizado por vários médicos, especialistas na área. Assim, são três as posições mais perigosas e são até algumas das mais comuns entre um casal. Porém, são essas as que mais facilmente provocam fraturas penianas, possivelmente por isso mesmo, por serem as mais comuns.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Saúde

O estudo revelou que uma relação sexual doggy style é a mais perigosa, sendo que 41% dos casos de fraturas de pênis acontecem precisamente durante esta prática, que seria então a mais arriscada para o homem.

No entanto, a posição mais surpreendente dessa lista aparece, precisamente, na segunda posição das mais perigosas.

Considerada a mais comum, o missionário, com o homem ficando por cima, é uma das posições mais arriscadas para um homem e está sendo apontada como causa de 25% das fraturas do pênis. Em terceiro lugar, aparece a mulher por cima, que também é causadora de várias lesões penianas.

Tracey Cox, uma especialista médica, revelou para o jornal Daily Mail as razões para essas posições serem tão perigosas e deixou alguns importantes conselhos. No caso do doggy style, ela fala que o perigo pode estar em um pequeno movimento da mulher, o suficiente para machucar o homem, em caso de um maior entusiasmo. Para evitar lesões, Tracey aconselha que essa posição seja realizada fora da cama, para evitar quedas, e que o homem mantenha a mulher segura pelas ancas, dando uma maior firmeza durante a relação.

A especialista foi, no entanto, surpreendida pelo fato de o missionário estar incluído, dizendo: "O missionário não é uma posição que eu classificaria como remotamente perigosa. Então, estou perplexa quanto à forma como isso apareceu na lista".

Porém, os pesquisadores que trabalharam nesse estudo, R. Barros, L. Schulze, A. A .Ornellas, L. Koifman e L. A. Favorito, observaram que essas duas posições poderiam causar uma fratura peniana igualmente grave, enquanto que quando a mulher estava no topo seria a menos perigosa.

"Não observamos diferenças entre a gravidade da fratura do pênis entre o doggy style e o homem por cima, mas a primeira teve mais severidade da fratura do pênis quando comparado coma mulher por cima", explicaram.