2

A depressão é um distúrbio mental caracterizado por aparentar mudanças comportamentais: agitação ou choro excessivo, Ansiedade ou desesperança, lentidão ou pensamentos suicidas, entre outros. Entretanto, apesar de ter reconhecimento mundial, esse distúrbio ainda é tabu para muitas pessoas que não conhecem a fundo os sintomas e ações da doença.

Infelizmente, pelo pouco conhecimento sobre o assunto e a demora em reconhecer esse tipo de distúrbio, o futuro da sociedade se torna preocupante: "Até 2020, a depressão será a doença mais incapacitante do mundo." diz a OMS.

Para isso, separamos 5 formas de lidar com pessoas depressivas.

Confira:

1. Tristeza não é o único sintoma de depressão

Quando nos deparamos com uma pessoa que acredita ter depressão, a maioria de nós pensamos: "Isso é só uma fase", "A vida é assim mesmo". Entretanto, por mais que a tristeza seja um sintoma presente, a situação é muito mais delicada do que aparenta ser.

Reparar em sua rotina é a maneira correta de perceber se o indivíduo precisa ou não de ajuda profissional. Ao notar sintomas como: perda de interesse, agitação, excesso de sonolência, falta de concentração e etc. É necessário contatar a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra.

2. A maioria das pessoas com depressão não sabe que tem a doença

Se você conhece alguém com muitos dos sintomas descritos acima, então à faça compreender que algo pode estar errado. Entender o problema inicialmente ajuda a ter um diagnóstico precoce.

3. Não deixe de ouvir qualquer pedido de ajuda (mesmo que não seja dito diretamente)

Pessoas com distúrbios mentais na maioria dos casos não querem ou não aceitam a ajuda de familiares ou amigos. Elas tendem a achar que podem cuidar do problema usando medicamentos sem consultar um médico ou sozinhas. Infelizmente elas não podem e o encorajamento para a procura de um profissional faz total diferença.

4. Aprenda a ouvir

Aceitar o diagnóstico de qualquer tipo de doença pode ser bem difícil para algumas pessoas, sendo assim a melhor forma de apoiar é ouvindo. Às vezes um ombro amigo e compreensão ajudam mais do que simplesmente ser medicado.

5. Tenha paciência

Como qualquer tratamento médico, quando se trata de depressão a recuperação não é diferente. Há dias em que o paciente vai estar otimista e outros em que não vai nem mesmo levantar da cama. O melhor que você pode fazer é simplesmente apoiá-lo e mostrar à ele que não importa a fase que se encontre, você vai estar sempre ao seu lado.

Bônus:

Em todas às hipóteses consulte um profissional

Sempre que possível entre em contato com o médico do paciente ou procure se ele ainda não tiver. Trocando informações sobre a doença você e o médico podem criar um sentimento de confiança e otimismo, isso ajuda o paciente e torna a sua recuperação mais fácil.