2

É uma doença infecciosa, podendo levar à morte em uma semana caso não haja tratamento rapidamente. Ocorre na América do Sul e Central, além de alguns países na África.

A febre amarela silvestre é causada pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes. Já a Febre Amarela urbana é causada pelo mosquito Aedes Aegypti.

Principais sintomas da doença

Febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, dor nos olhos, dor nas costas, náuseas. e vômitos. Às vezes ocorre insuficiência hepática e renal, olhos e pele amareladas também.

Transmissão

É transmitida pela picada dos mosquitos transmissores e infectados, a transmissão de pessoa para pessoa não existe.

Os macacos não são responsáveis pela transmissão do vírus, eles são como uma alerta para a população e para a vigilância da saúde adotarem medidas para evitar a doença em humanos.

Precauções

Os mosquitos Aedes aegypti fêmeas se reproduzem em água parada. Uma das precações que devemos ter é nunca deixar água parada, sempre colocar areia no pote de flores, verificar os pneus expostos ao tempo para não acumular água, furar os barris para que não fique água parada no fundo, sempre limpar as caixas d' água, evitar tomar água da caixa d' água suja. Em caso de epidemia, é preciso uma aplicação de inseticida através do fumacê e sempre tomar medidas de proteção, assim como, usar repelentes, tomar vacina e caso na sua região tenha muitos casos de febre amarela, o melhor a se fazer é usar roupas que cubram todo o corpo.

Quem pode tomar a Vacina?

De 6 a 9 meses de idade, a vacina é indicada para quem reside ou irá viajar para áreas em situação de emergência epidemiológica.

A partir de 5 anos de idade, sem ser vacinados antes, deve tomar a primeira dose mais uma de reforço após 10 anos.

Depois dos 60 anos, nunca vacinado ou sem comprovante de vacinação, só poderá tomar a vacina após avaliação médica.

A vacina é contraindicada para gestantes. Caso a epidemia esteja ao redor ou precisa viajar para áreas em situação de emergência, o médico deverá avaliar o risco da vacinação.

No caso de ter uma viagem internacional, deve-se seguir as recomendações do regulamento sanitário internacional. Quem for viajar dentro do país, deve se vacinar pelo menos 10 dias antes da sua viagem para a primeira vacinação. O prazo de 10 dias não se aplicará no caso de revacinação.

A vacinação é contraindicada para crianças até 6 meses de idade. Caso a criança tenha recebido a vacina, o aleitamento materno deverá ser suspenso por 28 dias após a vacinação.