Desconhecida por muitas pessoas, a paralisia do sono é um transtorno que acomete milhões de pessoas ao redor do mundo. Causando uma paralisia total ou parcial dos membros de locomoção e impedindo que a pessoa imediatamente após acordar consiga se mexer, o transtorno também causa uma intensa sensação de angústia e terror em quem é acometido por ele.

Constatada em grande parte das pessoas durante o sono noturno, a paralisia do sono acontece devido ao fato do cérebro causar o relaxamento de todos os músculos do corpo, mantendo-os imóveis a fim de que conservem toda a energia produzida pelo corpo durante o sono. A paralisia se dá quando há uma espécie de falha na comunicação do cérebro e os demais membros do corpo e é revertida na maioria dos casos em alguns segundos ou em até poucos minutos.

A paralisia do sono pode acometer pessoas de todas as idades, porém é mais frequente em pessoas entre 20 e 30 anos, que sofrem constantes episódios de estresse ou que passam muito tempo acordadas, sem manter uma rotina de sono constante.

Principais sintomas de paralisia do sono

- Não conseguir se mover ao acordar no meio da noite, sentindo pernas e braços travados;

- Sensação constante de falta de ar durante o sono;

- Sensação de se estar caindo ou se afastando enquanto dorme;

- Sensação de se estar afogando durante o sono;

- Alucinações auditivas, como se ouvisse alguém lhe chamando durante a noite.

Saiba como evitar a paralisia do sono

- Dormir entre 6 a 8 horas por dia

O sono é uma necessidade fisiológica e está totalmente ligada ao bom funcionamento do corpo humano. Para que possamos levar uma vida saudável e evitar quadros de paralisia do sono, é extremamente necessário que tenhamos de 6 a 8 horas de sono por dia.

- Ir para a cama e acordar sempre na mesma hora

Cultivar hábitos de descanso saudáveis, como dormir e acordar no mesmo horário todos os dias, tendem a diminuir a paralisia do sono devido ao fato do corpo se acostumar com a rotina. Com isso, está previamente programado para entrar em estado de descanso e relaxamento.

- Evitar o consumo de bebidas energéticas antes de se deitar para dormir

Evitar consumir bebidas energéticas ou bebidas fortes, como, por exemplo, refrigerantes e café, horas antes de ir para a cama proporcionará um sono mais tranquilo e assim o estado de relaxamento do corpo ajudará o cérebro a coordenar de forma mais regular os movimentos quando o indivíduo acordar.